Rodada não foi bom novamente nem para São Paulo e para o Flamengo

No Morumbi, São Paulo perde para o Santos

Mesmo às vésperas de uma semifinal de Libertadores contra o Boca Juniors, o Santos venceu o São Paulo por 1 a 0 na tarde deste domingo, no Morumbi, conseguiu se manter no pelotão de cima do Campeonato Brasileiro e complicou a vida do rival, ainda líder, mas pressionado e podendo ver rivais como Internacional e Atlético-MG se aproximarem na classificação.

Com time quase todo reservas, o Peixe marcou com Jobson, no início do segundo tempo, e viu o Tricolor não encontrar soluções para empatar. Pressionado, o time de Fernando Diniz perde a terceira seguida, entre Copa do Brasil e Brasileirão, e começa 2021 com instabilidade. Já o Peixe, com moral, venceu seu primeiro clássico em mais de um ano.

A vitória leva o Santos aos 42 pontos, ainda em oitavo lugar, mas mais perto do pelotão de cima da tabela. O São Paulo estaciona nos 56 – ao menos, contou com derrota do Flamengo para o Ceará neste domingo. Outros rivais podem chegar mais perto na classificação.

Ficha Técnica

SÃO PAULO 0 X 1 SANTOS


Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)
Horário: 16h
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)
Cartões amarelos: Pablo, Hernanes  (São Paulo), Alex, Vinícius Balieiro, João Paulo, Alison (Santos)
Gols: Jobson (Santos), a 1 minuto do 2º tempo

SÃO PAULO: Tiago Volpi, Juanfran, Léo (Vitor Bueno), Arboleda e Reinaldo; Luan (Hernanes), Gabriel Sara (Paulinho Bóia), Daniel Alves e Igor Gomes (Tréllez); Pablo (Gonzalo Carneiro) e Brenner. Técnico: Fernando Diniz.
SANTOS: João Paulo; Madson, Laércio, Alex, e Jean Mota (Luan Peres); Sandry, Vinícius Balieiro (Diego Pituca) e Jobson (Alison); Arthur Gomes (Pará), Bruno Marques (Kaio Jorge) e Lucas Braga. Técnico: Cuca.

No Maraca, Vozão sacode o Urubu

Com mais um tropeço do líder São Paulo, o Flamengo deixou de aproveitar mais uma oportunidade de se aproximar do topo da tabela. Com a derrota, a segunda seguida na competição, o time de Rogério Ceni permanece com 49 pontos, na quarta posição.

O Ceará, com o resultado, chega a 39 pontos e se aproxima do pelotão de cima. Agora, o Vozão ocupa a nona colocação.

O Fla tem agora sete dias sem jogos e volta a campo na segunda-feira (18/01), contra o Goiás, em Goiânia. O Ceará volta a campo no próximo domingo, no Castelão, contra o RB Bragantino.

Apesar de mais uma atuação abaixo das expectativas, o time rubro-negro pressionou durante quase todo o segundo tempo e teve chances claras de gol desperdiçadas. As três prinicipais com Pedro.

Em uma delas, um milagre do goleiro Richard para salvar, aos 23 minutos do segundo tempo. Nas outras duas, aos 21 e 27 da segunda etapa, o jogador errou finalizações que costuma colocar dentro da rede.

Ficha Técnica

FLAMENGO 0 x 2 CEARÁ

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Data: 10 de janeiro de 2021, domingo
Horário: 19h (de Brasília)

Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Sidmar dos Santos Meurer (PR)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Cartões amarelos: Gustavo Henrique e Gerson (Flamengo); Richard (Ceará)

Gols: Vina (Ceará), aos 12min do primeiro tempo, e Kelvyn (Ceará), aos 44min do segundo tempo

FLAMENGO

César; Isla (Vitinho), Rodrigo Caio, Gustavo Henrique (Diego) e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro (Gabigol), Arrascaeta; Bruno Henrique e Pedro (Rodrigo Muniz). Técnico: Rogério Ceni.

CEARÁ
Richard; Eduardo, Tiago (Klaus), Luiz Otávio, Bruno Pacheco; Fabinho (Kelvyn), Fernando Sobral, Vina (Charles), Lima; Léo Chu (Saulo Mineiro) e Cléber (William Oliveira). Técnico: Guto Ferreira.

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.