Apesar de domínio tricolor, o Peixe com reservas foi eficiente na partida e Jobson foi o autor do gol da vitória.

Em partida válida pela vigésima nona rodada do Campeonato Brasileiro. O São Paulo enfrentou o Santos em clássico realizado no estádio do Morumbi.

E o Peixe levou a melhor no confronto vencendo pelo placar de 1 a 0 com gol de Jobson na segunda etapa.

O São Paulo foi a campo com objetivo de esquecer a derrota na última quarta-feira e se recuperar no torneio em seus domínios.

Porém, mas o que se viu em campo, foi uma equipe, com muito toque de bola, mas sem criatividade e com muitas dificuldades de criar e furar a defesa santista.

Pelo outro lado, o Santos foi para o duelo com a equipe reserva, visando o confronto de volta contra o Boca Juniors pela Libertadores.

Mas, o técnico Cuca, montou um esquema muito interessante com Vitor Baleiro, Sandry e Jobson no meio fechando bem a marcação e optando pela velocidade de Artur Gomes, Bruno Marques e Lucas Braga. E deu certo em toda partida!

O meio campo tricolor, não funcionou com Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes que ficaram abaixo e pouco criativos. No ataque Brenner e Pablo pouco se movimentaram e facilitou o trabalho da zaga do Peixe formada por Alex e Laércio que jogaram bem.

O gol santista nasceu na falha de decisão entre Gabriel Sara e Daniel Alves, a equipe santista roubou a bola e Artur Gomes avançou pela esquerda e tocou para Jobson que passou pela marcação são-paulina e tocou de bico para o fundo do gol de Volpi decretando a vitória.

Após o tento, o São Paulo criou algumas chances com Brenner e Arboleda, mas parou no goleiro João Paulo.

Com a derrota, o São Paulo fica com 56 pontos e mantêm a liderança, mas liga o sinal de alerta na reta final. Agora, o tricolor têm a semana inteira de treinos e só volta a jogar no próximo domingo (17), contra o Atlético-PR em Curitiba.

Já o Santos, vai para 42 pontos e fica na oitava colocação. Agora, o time da Vila Belmiro mira o jogo de volta das semifinais contra o Boca Juniors na quarta (13), pela Libertadores.

(Foto: Marcello Zambrana/AGIF)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.