Rafael Soriano, tem atitude machista e covarde agora responderá na justiça

O treinador Rafael Soriano já começou a pagar a conta de sua agressão à bandeirinha Marcielly Neto.

O futebol do Espírito Santo não tem sido destaque pelas performances de seus times dentro de campo, mas, neste final de semana, será um dos Estados mais falados em assunto de futebol.

É que o treinador do tradicional Desportiva-ES, Rafael Soriano, agrediu com uma cabeçada na boca, a auxiliar Marcielly Netto.

A confusão aconteceu no intervalo da partida entre Nova Venécia e Desportiva, em Nova Venécia, quando Soriano foi reclamar da arbitragem e, ao ser advertido recebendo cartão amarelo, desferiu uma cabeçada na boca de Marcielly Neto. Imediatamente foi expulso pelo árbitro Arthur Gomes Rabello.

Mesmo machucada, Marcielly Netto, de 29 anos, trabalhou normalmente, mas promete registrar ocorrência policial contra Rafael Soriano.

No final, o Nova Venécia venceu a Desportiva por 3 a 1 e garantiu vaga nas semifinais do Campeonato Capixaba de 2022, quando enfrentará o Vitória.

Rafael Soriano já autuou em times do Rio de Janeiro e Espírito Santo

Com 36 anos e nascido no interior do Rio de Janeiro, Rafael Barcelos Soriano tem dirigido times no interior carioca e no Espírito Santo. Em São Paulo, teve uma passagem pela Inter de Limeira.

Assista abaixo, o momento da agressão:

Deixe seu comentário, sua opinião é fundamental e valiosa

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.