Brasil garantiu sua 19ª medalha se igualando a campanha em Rio 2016 e está a uma medalha de sua melhor campanha de todos os tempos.

A princípio, a delegação brasileira subiu ao pódio somente 16 vezes. Porém, está garantido que voltará a subir outras três vezes devido as duas finais no boxe e a final no futebol masculino.

Assim, com 19 medalhas até o momento, o Time Brasil já se igualou a sua melhor campanha dos jogos. Quando em casa, no Rio de Janeiro (2016), encerrou com o mesmo número de pódios.

Vale lembrar quais foram as conquistas até o momento:

Ouro (4): Rebeca Andrade no salto, Kahena Kunze e Martine Grael na vela 49er, Ítalo Ferreira no surf e Ana Marcela Cunha na maratona aquática;

Prata (4): Kelvin Hoefler e Rayssa Leal no skate street, Rebeca Andrade no individual geral da ginástica artística e Pedro Barros no skate park;

Bronze (8): Daniel Cargnin e Mayra Aguiar no judô, Laura Pigossi e Luisa Stefani no tênis por duplas, Alison dos Santos nos 400m com barreira, Fernando Scheffer e Bruno Fratus na natação, Thiago Braz no salto com vara e Abner Teixeira no boxe.

Destaque para os esportes estreantes nas Olimpíadas, skate e surf que deram ao Brasil quatro medalhas durante os jogos. Por outro lado, Rebeca Andrade e a dupla Laura e Luisa levaram a bandeira brasileira pela primeira vez da história no pódio da ginástica artística feminina e tênis, respectivamente.

Além disso, outras três medalhas já estão asseguradas. Pois, o boxe já tem dois brasileiros nas finais, com Hebert Conceição no peso médio e Beatriz Ferreira no peso leve. Ainda mais, também está na decisão pelo ouro no futebol masculino, em que enfrenta a seleção espanhola.

Expectativa

Contudo, apesar do empate já confirmado entre as campanhas de Rio 2016 e Tóquio 2020 a expectativa é de ultrapassar a marca. Desse modo, o Brasil segue vivo e com chances de medalhas em alguns esportes até o fim dos jogos.

Portanto, é importante ficar de olho no vôlei feminino que pode vencer a Coreia do Sul na semifinal e carimbar prata ou ouro. No vôlei masculino que mesmo eliminado pelos russos segue vivo na disputa pelo bronze. E em Isaquias Queiroz com chances de subir ao pódio na canoagem.

Imagem destaque: Divulgação/COB

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.