Na noite desse sábado (24) a seleção brasileira de handebol feminino empatou diante das atletas do Comitê Olímpico Russo, atuais campeãs olímpicas, com placar de 24 x 24.

A princípio, a equipe de handebol feminino não tomou partido. E assim, em ótima partida da goleira Babi e da lateral Bruna, a seleção conquistou empate frente uma das favoritas da competição.

Desse modo, o primeiro tempo já dava indícios de um jogo equilibrado. Assim, a etapa inicial ficou marcada pela alta eficiência dos ataques em quadra.

Entretanto, a seleção brasileira não teve alto nível de arremessos de fora. Além disso, a ansiedade com a posse de bola em momento de superioridade numérica fez com que o Brasil sofresse com a equipe adversária.

Sendo assim, nem mesmo a ótima atuação da goleira Babi impediu que o Comitê Olímpico Russo vencesse o primeiro período por 14 x 12.

Por outro lado, na etapa final o talento da lateral Bruna liderou a recuperação brasileira. Logo, a atleta de 24 anos, estreante em Olímpiadas, foi o destaque da partida no segundo tempo.

Vale lembrar que, Bruna chegou a Tóquio como artilheira, MVP e campeã da Liga Europeia da modalidade.

Babi continuou operando milagres na segunda metade do jogo. Assim, com alto equilíbrio a partida terminou com placar de 24 x 24.

No último lance da partida, a seleção brasileira quase conquistou uma virada. Sendo assim, o último arremesso foi de Bruna e passou centímetros da meta adversária.

É importante ressaltar, que as atletas do Comitê Olímpico Russo são as atuais campeãs da modalidade nós jogo e uma das favoritas na edição.

O handebol feminino brasileiro emocionou o país no título mundial em 2013. Desde então, ganhou o carinho da torcida brasileira e promete emocionar o Brasil na continuação dos jogos olímpicos.

Foto destaque: Divulgação/COB

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.