Rubro-Negro derrota Anápolis e lidera Conferência Gerson Victalino

O Flamengo/Blumenau emplacou a sexta vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro Masculino de Basquete. Nesta quarta-feira (10), o Rubro-Negro superou o Anápolis Vultures por 74 a 67 no ginásio Oscar Zelaya, do Botafogo, na sede General Severiano, zona sul do Rio de Janeiro, em partida transmitida pela TV Brasil.

O armador norte-americano Deonta Stocks, do Fla Blumenau, foi o cestinha da partida com 26 pontos e eleito o melhor em quadra. Pelo lado goiano, o destaque foi o armador Alef, com 19 pontos, cinco rebotes e cinco assistências.

Fruto de uma parceria entre a Associação de Pais e Amigos do Basquetebol de Blumenau (SC) e o Flamengo, o Fla Blumenau lidera a Conferência Gerson Victalino com os mesmos 14 pontos do Osasco, ficando à frente pelo confronto direto. Mais cedo, também nesta quarta-feira, os paulistas bateram o Vila Nova/AEGB, lanterna do grupo com oito pontos, por 79 a 55. Com a derrota, o Anápolis foi a 11 pontos, na quarta posição.

Às 19h30 (horário de Brasília) desta quarta, o Botafogo enfrenta o Blackstar/Unisociesc e também pode chegar a 14 pontos em caso de vitória. Neste caso, o Glorioso ultrapassaria o Osasco por ter levado a melhor no confronto entre eles pelo primeiro turno, e assumiria o segundo lugar do grupo. O Blackstar é o quinto colocado, com nove pontos.

Na primeira fase do Brasileiro, são duas conferências (Gerson Victalino e Hélio Rubens). Os dois primeiros de cada chave vão direto às quartas de final. Os demais disputam um playoff para definir mais quatro classificados.

O jogo

O primeiro quarto foi de total domínio do Fla Blumenau. Investindo em jogadas de infiltração, o Rubro-Negro anotou cinco pontos nas sete tentativas dentro do garrafão. Apesar de pouco apostar nas bolas de três pontos, também foi eficiente (50%) no fundamento. Não à toa, foi para o segundo período vencendo por 22 a 14.

O quarto seguinte teve muita afobação nos dois lados, com o Anápolis um pouco melhor, anotando quatro das seis bolas que arremessou no garrafão, contra uma (em quatro tentativas) do Fla Blumenau. Os goianos também foram superiores nas bolas de três: três acertos em sete arremessos, contra dois em oito do Rubro-Negro, que foi para o intervalo com quatro pontos de vantagem.

No terceiro período, o Fla Blumenau voltou a apresentar um baixo aproveitamento (seis acertos, nenhum em bola de três, em 19 arremessos), enquanto o Anápolis, em menos chutes (13), foi pouco mais eficiente, ainda que acertando menos de 50% das tentativas. Foi o suficiente para o time do interior de Goiás reduzir em mais um ponto a diferença rubro-negra.

O último quarto, embora decisivo, foi o de mais cautela de ambos os lados, até pelo desgaste. A cinco minutos do fim, o Anápolis deixou tudo igual após dois lances livres convertidos por Alef. Mas parou por aí. O Fla Blumenau, então, passou a trabalhar melhor as jogadas e, gradualmente, restabeleceu a vantagem construída durante o jogo para garantir a vitória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.