Logo depois de perder as duas primeiras partidas da NBA Finals, o Bucks demonstra que ainda está vivo.

Venceu e convenceu

Como na maioria das partidas durante os playoffs da NBA desta temporada, jogar em casa fez a diferença mais uma vez. Em uma partida considerada de vida ou morte para o Bucks, o time ganhou por 120 a 100, o placar com maior diferença até agora dentro dos três jogos das finais.

O brilho tão aguardado

Após a lesão do astro Giannis Antetokounmpo na partida contra o Hawks, muitos acharam que a estrela estava fora das quadras até a próxima temporada. Para grata surpresa dos torcedores do Bucks a previsão não se concretizou e ele voltou na primeira partida das finais, porém não houve muita diferença.

Mas na partida de ontem tudo ocorreu como os torcedores esperavam, Giannis anotou 41 pontos e além de ser o cestinha da partida, anotou o novo recorde como primeiro jogador a marcar mais de 40 pontos em duas partidas consecutivas.

O show também teve as aparições tão pedidas nas partidas anteriores, de Khris Middleton com 18 pontos e Jrue Holiday com 21 pontos.

O peso da vitória

Definitivamente perder mais uma partida das finais seria trágico para os Bucks, logo que o Suns poderia abrir 3 a 0 na série. Porém não apenas por causa do abalo psicológico, mas também por pura estatística.

Somente um grupo seleto de franquias conseguiu reagir a tal diferença esmagadora, porém nem sempre isso resultou em algo positivo no final, você pode conferir esta lista aqui.

Próximo embate

A próxima partida ocorre na quarta-feira(14) e trás a grande dúvida, o Milwaukee vai empatar a série ou o Phoenix vai ficar mais perto do título inédito?

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.