Equipamento será no litoral norte do estado. A Wert irá empreender na cidade de Porto Belo, numa área própria de mais de 830 mil metros quadrados – espaço correspondente a 116 campos de futebol. Investimentos iniciais serão de 100 milhões de reais.

Santa Catarina vem se destacando no cenário da construção civil. O estado é celeiro para as principais construtoras e incorporadoras no país e agora recebe um novo projeto: a Wert apresenta ao mercado um condomínio de lazer que terá o primeiro campo de golfe iluminado do Brasil. Será na cidade de Porto Belo, numa área própria de mais de 830 mil metros quadrados – espaço correspondente a 116 campos de futebol. O empreendimento contará com duas certificações internacionais: a certificação Cities para condomínios sustentáveis e a certificação Fitwell, para garantir o bem-estar das pessoas, inédita no estado, uma das primeiras do Brasil e que são direcionadas a construções mais sustentáveis e saudáveis, que permitem melhorar a qualidade de vida de seus moradores e usuários. Os empreendimentos desenvolvidos pela Wert terão como pilares: vida, lazer e sustentabilidade. A primeira fase já está em etapa final de aprovação e em breve será lançada.

A Wert tem à frente três empresários: Richard Schwambach – investidor e especialista em desenvolvimento imobiliário, Tita (João Batista Saldanha) – empresário e investidor e Martin Werninghaus – investidor, sócio e membro do conselho de administração da WEG.

Com mais de 10 anos no mercado imobiliário, a Wert chega a Santa Catarina com VGV superior a 2 bilhões em terrenos próprios. “Estamos localizados numa região estratégica, em um eixo logístico, próximos ao aeroporto de Itajaí, Florianópolis e ao aeroporto privado Costa Esmeralda, em uma região com uma forte valorização econômica impulsionada pela crescente busca de qualidade de vida”, destaca o sócio diretor da Wert, Richard Schwambach. Os dados são reforçados pelos dados divulgados pelo Índice Fipezap, da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas e pelo Sinduscon Costa Esmeralda, apontando que a construção civil se tornou um dos mais importantes setores do município de Porto Belo, principalmente quando se trata da área econômica. Além disso, o empresário destaca que a topografia do empreendimento é um grande diferencial. “Estamos próximos ao mar e às montanhas, em uma área espetacular e que trará para Santa Catarina grandes investimentos, um complexo de lazer exclusivo com certificações internacionais”, completa.

“Os empreendimentos vocacionados para o lazer são uma grande aposta do mercado de luxo e se posicionam como um diferencial para as pessoas que estão em busca do bem-estar. Teremos um produto que irá atrair públicos distintos, que buscam conforto e qualidade de vida, tanto para lazer quanto para investimento. Localização, infraestrutura e o potencial da região irão contribuir para o desenvolvimento de toda a Costa Esmeralda”, comenta Martin Werninghaus.

Primeiro campo de golfe iluminado do Brasil

Um dos grandes destaques do empreendimento será o primeiro campo de golfe iluminado do Brasil. Com nove buracos, o campo tem o projeto assinado pelo arquiteto americano Erik Larsen, diretor-presidente de Larsen Golf Inc., um escritório americano especializado em arquitetura de campos de golfe. O objetivo é que Larsen use a sua experiência de mais de 40 anos na área para que o local atenda aos padrões internacionais. Ele já projetou mais de 100 campos de golfe em 14 países e em 26 estados americanos. Larsen trabalhou durante 28 anos na Arnold Pálmer Desing Company, uma empresa pertencente a um dos maiores jogadores profissionais de golfe de todos os tempos. “Fomos em busca do melhor. O golfe é um esporte que vem crescendo no país e precisávamos de um espaço planejado e que possibilitasse não apenas a prática de lazer, mas também receber as principais competições nacionais e internacionais. A modalidade é capaz de beneficiar a economia da região, pois conta com praticantes com padrão financeiro alto”, aponta o Tita.

De acordo com a Golf Datatech, empresa americana responsável por pesquisas de mercado focada em golfe, o esporte teve um ótimo desempenho operacional em 2020, movimentando cerca de R$ 5,3 bilhões no quarto trimestre do ano, o melhor resultado desde 2008, com um aumento de 42% nas vendas de equipamentos em relação ao mesmo período de 2019. O número reforça que a procura pelo golfe aumentou durante a pandemia, já que sua prática tem características que permitem um distanciamento social mais seguro.

O golfe é um dos esportes mais praticados em todo o mundo, e movimenta cerca de 40 bilhões de dólares por ano. Atualmente, conta com mais de 30 mil pessoas praticando o esporte. No Brasil essa prática chegou no final do século 19, quando escoceses e ingleses foram a São Paulo para construir a estrada de ferro Santos-Jundiaí.

Segundo a Confederação Brasileira de Golfe, estima-se que o esporte movimente cerca de R$ 400 milhões por ano no país. Atualmente no Brasil existem 114 campos filiados à Confederação. “O nosso empreendimento trará para o país o primeiro campo de golfe iluminado. A previsão é que em 12 meses ele esteja pronto para utilização. Temos certeza de que é um projeto grandioso e que trará muito desenvolvimento para o estado. Dados apontam que o turismo relacionado ao mercado do golfe injeta de 30 a 50% a mais no mercado do que o turismo tradicional”, pontua Tita.

Segundo dados apresentados na última edição do Brasil Golf Show, empreendimentos como o projetado pela Wert – e inexistentes no sul do país, o número de empreendimentos que unem moradia e golfe dobrou nos últimos dez anos. Nesses empreendimentos, 30% dos moradores são golfistas e outros 60% compram motivados pela paisagem e pela baixa densidade de ocupação dessas áreas.

O empreendimento contará ainda com mais de 15 quadras de esporte (futebol society, quadra poliesportiva, duas quadras cobertas de tênis, quatro quadras de tênis, três de padle, quatro de beach tênis) dez quiosques com churrasqueiras, pista de skate, lagos para stand-up, dois parques aquáticos – sendo um o primeiro parque aquecido em Santa Catarina, SPA, 5 km de ciclovia e caminhada, pronto atendimento e um greenlab.

“Este será o primeiro empreendimento que estamos projetando no estado, mas já estamos com projetos avançados para novas atuações, todas no eixo entre Porto Belo e Bombas”, explica Richard.

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.