ESPORTESNET

Aboubakar marca o gol dos africanos, que acabam desclassificados, Brasil perdeu muitos gols

O Brasil acabou superado por 1 a 0, na tarde desta sexta-feira (2) no Estádio de Lusail, pela terceira rodada do Grupo G da Copa do Catar. Porém, mesmo com este revés a seleção brasileira garantiu a liderança da chave, e medirá forças com a Coreia do Sul nas oitavas de final.

Um jogo sem inspiração da seleção, dominante mas pouco criativa. Verdade, o Brasil chutou mais a gol, muito mais, mas a seleção não demonstrava o brio de outrora.

O samba de uma nota só custou caro, muito caro.

Com pouca movimentação, apostando nas bolas alçadas na área, o Brasil facilitou a vida da defesa camaronesa, que conseguia cortar as investidas. Assim, com Rodrygo partindo em velocidade sozinho, com Fabinho apelando para lances duros e Gabriel Jesus inoperante na frente, a seleção se acomodou com o empate em 0 a 0 durante os primeiros 45 minutos. Aliás, uma tônica da equipe de Tite nesta Copa do Mundo. O 1º tempo é sempre desperdiçado em estudos e poucas oportunidades de gols. O que sempre vem funcionando é a recuperação de bola, evitando qualquer contra-ataque de Camarões.

O Brasil voltou sem objetividade na etapa final, com Antony muito individualista. E logo aos 5 minutos Aboubakar teve uma grande chance, chutando cruzado para fora do gol de Éderson. Ao mesmo tempo, com a contusão do lateral-esquerdo Alex Telles ocorria algo incrível com a seleção: dos quatro laterais que foram para a Copa, três já tinham se machucado. Apenas o veterano Daniel Alves, de 39 anos, permanecia inteiro.

Aos 10 minutos, na primeira chegada, Martinelli arriscou de curva e mais uma vez o goleiro Epassy espalmou para córner, evitando o gol brasileiro. Na cobrança, Éder Militão teve uma ótima chance, mas Epassy defendeu em dois tempos. A posse de bola continuava sendo brasileira, mas as conclusões passaram a rarear. Os reservas que entraram (Éverton Ribeiro, Bruno Guimarães e Pedro) não conseguiram ter entrosamento, nem encaixaram boas jogadas.

Aos 32 minutos, Camarões se soltou e o reserva Ntcham arriscou rasteiro de fora da área, mas o goleiro Éderson encaixou. E, enfim, aos 47 minutos, num cruzamento para a área, o experiente Aboubakar, atacante do Al Nassr (Arábia Saudita), testou certo, no canto da meta de Éderson, que nem se mexeu. Foi o gol da vitória de Camarões. O camisa 10 da seleção africana acabou expulso ao levar o segundo amarelo ao comemorar o gol tirando a camisa, mas foi o tiro de misericórdia numa seleção que em momento algum mostrou que poderia vencer a partida e levou uma mordida dos Leões Indomáveis.

Na classificação final do Grupo G, o Brasil ainda assim terminou em primeiro lugar, com 6 pontos e 2 gols de saldo. A Suíça também fez 6 pontos e apenas um gol de saldo. Com isso, a seleção de Tite enfrentará a Coreia do Sul, a partir das 16h (horário de Brasília) da próxima segunda-feira. Os suíços pegarão os portugueses na terça-feira, também às 16h.

Ficha Técnica:

BRASIL 0 x 1 CAMARÕES

Data: Sexta-feira, 2 de dezembro de 2022

Local: Al Daayen (Qatar)

Juiz: Ismail Elfath (Estados Unidos)

Público: 85.986

Brasil: Éderson; Daniel Alves, Éder Militão, Bremer e Alex Telles (Marquinhos); Fred (Bruno Guimarães), Fabinho, Antony (Raphinha) e Rodrygo (Éverton Ribeiro); Gabriel Jesus (Pedro) e Martinelli. Técnico: Tite.

Camarões: Epassy; Wooh, Fai, Ebosse e Tolo; Ngamaleu (Mbekeli), Anguissa, Moting, Kundé (Ntcham) e Mbeumo (Ekambi); Aboubakar. Técnico: Rigobert Song.

Gol: No 2º tempo: Aboubakar (47).

Em partida movimentada, Suíça supera Sérvia e avança na Copa

Após triunfo de 3 a 2 nesta sexta, suíços pegam Portugal nas oitavas

A Suíça garantiu a classificação para as oitavas de final da Copa do Catar após derrotar a Sérvia por 3 a 2, na tarde desta sexta-feira (2) no Estádio 974, em Doha, pela terceira rodada do Grupo G da competição.

Com este resultado, os suíços encerraram a fase inicial do Mundial na segunda posição da chave com 6 pontos. Assim, enfrentarão na próxima fase Portugal, líder do Grupo H.

O público presente acompanhou uma partida muito movimentada, na qual as duas equipes buscaram a vitória desde o primeiro minuto, quando o goleiro Vanja Milinkovic-Savic teve trabalho para segurar finalização de dentro da área de Embolo. Aos 10 foi a Sérvia que respondeu com uma finalização do volante Zivkovic que parou na trave.

Porém, a Suíça foi mais efetiva e abriu o placar aos 19 minutos, quando Sow rolou a bola para Shaqiri soltar a pancada de dentro da área. Mas cinco minutos depois a Sérvia igualou o placar. Tadic levantou na área para Mitrovic finalizar de cabeça.

Com a vantagem de 3 a 2 no marcador a Suíça recuou as linhas e passou a negar espaços à Sérvia, que começou a insistir nas bolas levantadas sobre a área adversária, estratégia que não teve sucesso.

Agora, a Suíça começa a se preparar para a partida contra Portugal pelas oitavas de final, que será disputada a partir das 16h (horário de Brasília) da próxima terça-feira (6) no Estádio de Lusail.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.