Após as recém disputadas semifinais, o Brasil tem a oportunidade de ficar com duas vagas no pódio do surf.

Balde de água fria

Um dos nomes mais comentados para conquistar o ouro na modalidade era o de Gabriel Medina, porém nem tudo saiu como esperado. O surfista brasileiro começou a bateria de maneira intensa tomando a dianteira, mas os planos do rival eram outros.

O surfista japonês, Kanoa Igarashi, vinha com uma atuação mediana, porém em uma única onda certeira o atleta conseguiu uma nota de 9.33 e tomou a dianteira da disputa até o final.

A esperança do ouro

Enquanto em um lado da chave o Brasil não conquistou a vaga na final, Ítalo Ferreira foi o responsável por trazer esta oportunidade do outro lado. Em uma disputa equilibrada contra o australiano Owen Wright, o surfista brasileiro conseguiu encaixar boas manobras e administrou a liderança.

O que podemos esperar

Ainda nesta madrugada teremos a decisão do pódio da modalidade, com Gabriel Medina as 02:16, disputando a medalha de bronze e Ítalo Ferreira as 03:46, buscando o primeiro ouro olímpico brasileiro.

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.