ESPORTESNET

Giullia Penalber e Laís Nunes estão na delegação histórica de 18 atletas que lutarão de 28/02 a 01/03 pela vaga olímpica

O wrestling brasileiro está de malas prontas para o México. Na maior delegação brasileira da história, 18 atletas masculinos e femininos disputarão o Pré-Olímpico de Acapulco, entre 28 de fevereiro e 1º de março, em busca de vagas para os Jogos Olímpicos de Paris 2024.

Apenas os vencedores das semifinais conquistarão as sonhadas vagas. No estilo livre de 57 kg, a carioca Giullia Penalber, atual 16ª do ranking mundial, é uma das favoritas para garantir a classificação. Já no estilo livre de 62 kg, a goiana de Barro Alto e 9ª do ranking mundial, Laís Nunes, atleta olímpica nos Jogos Rio 2016 e Tóquio 2020 também chega forte para carimbar seu passaporte para Paris. Ambas foram campeãs dos Jogos Pan-Americanos no ano passado em suas categorias.

Giullia Penalber comemorando a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos 2023
Crédito da foto: Divulgação CBW

Antes, entre 21 e 24 de fevereiro, Acapulco será palco para o Pan-Americano Sênior. Embora não seja classificatório para os Jogos Olímpicos, o evento é obrigatório e servirá de preparação para o Pré-Olímpico. O Brasil chegará ao evento com 20 atletas. Confiram abaixo a lista dos selecionados para cada competição.

Flávio Cabral, presidente da Confederação Brasileira de Wrestling (CBW), comenta sobre as expectativas para esses torneios decisivos. “Estamos nos dedicando bastante aos treinos. Apesar de mais curto, esse ciclo olímpico foi muito positivo para o wrestling brasileiro e pela primeira vez podemos ter uma participação recorde nos Jogos Olímpicos. Só nos resta trabalhar e acreditar neste potencial”, ressalta.

Última chance em maio

Caso não conquistem as vagas olímpicas no Pré-Olímpico de Acapulco, os atletas terão a última seletiva no Pré-Olímpico Mundial, em Istambul, na Turquia, de 9 a 12 de maio. Três vagas estarão na disputa em cada uma das 18 categorias olímpicas. Primeiro e segundo colocados garantem presença. Já a terceira vaga, será disputada pelos perdedores das semifinais.

Atletas selecionados para o Pan-Americano – México (21 a 24 de fevereiro)

Feminino

  • Estilo Livre Feminino           50 kg Kamila Barbosa Vito da Silva
  • Estilo Livre Feminino           53 kg Sabrina Gama Tapajós
  • Estilo Livre Feminino           57 kg Giullia Rodrigues Penalber de Oliveira
  • Estilo Livre Feminino           59 kg Ana Luiza Pereira França
  • Estilo Livre Feminino           62 kg Laís Nunes de Oliveira
  • Estilo Livre Feminino           68 kg Thamires Martins Machado
  • Estilo Livre Feminino           76 kg Meirele Charamba Santos

Masculino

  • Estilo Livre Masculino         57 kg Davi Silva Giavannetti
  • Estilo Livre Masculino         65 kg Matheus da Luz Barreto
  • Estilo Livre Masculino         74 kg Cesar Bordeaux Rego Alvan
  • Estilo Livre Masculino         86 kg Pedro Samuel Gonçalves da Silva
  • Estilo Livre Masculino         97 kg Ailton Brito Rocha
  • Estilo Livre Masculino         125 kg Gabriel de Sousa Silva

Masculino

  • Estilo Greco Romano          60 kg Erivan Constantino Rocha
  • Estilo Greco Romano          72 kg Calebe Correa Ferreira
  • Estilo Greco Romano          77 kg Joilson de Brito Ramos Junior
  • Estilo Greco Romano          82 kg Sorusko Kodzokov
  • Estilo Greco Romano          87 kg Kauan Luiz Ferreira Gomes
  • Estilo Greco Romano          97 kg Ronisson Brandão Santiago
  • Estilo Greco Romano          130 kg Eduard Soghomonyan

Atletas selecionados para o Pré-Olímpicos de Acapulco – México (28 de fevereiro a 1º de março)

Feminino

  • Estilo Livre Feminino           50 kg Kamila Barbosa Vito da Silva
  • Estilo Livre Feminino           53 kg Sabrina Gama Tapajós
  • Estilo Livre Feminino           57 kg Giullia Rodrigues Penalber de Oliveira
  • Estilo Livre Feminino           62 kg Laís Nunes de Oliveira
  • Estilo Livre Feminino           68 kg Thamires Martins Machado
  • Estilo Livre Feminino           76 kg Meirele Charamba Santos

Masculino

  • Estilo Livre Masculino         57 kg Davi Silva Giavannetti
  • Estilo Livre Masculino         65 kg Matheus da Luz Barreto
  • Estilo Livre Masculino         74 kg Cesar Bordeaux Rego Alvan
  • Estilo Livre Masculino         86 kg Pedro Samuel Gonçalves da Silva
  • Estilo Livre Masculino         97 kg Ailton Brito Rocha
  • Estilo Livre Masculino         125 kg Gabriel de Sousa Silva

Masculino

  • Estilo Greco Romano          60 kg Erivan Constantino Rocha
  • Estilo Greco Romano          67 kg Calebe Correa Ferreira
  • Estilo Greco Romano          77 kg Joilson de Brito Ramos Junior
  • Estilo Greco Romano          87 kg Kauan Luiz Ferreira Gomes
  • Estilo Greco Romano          97 kg Ronisson Brandão Santiago
  • Estilo Greco Romano          130 kg Eduard Soghomonyan

Sobre a CBW

A CBW (Confederação Brasileira de Wrestling) é a entidade responsável pelo wrestling nacional em seus estilos greco-romano, livre masculino e livre feminino. Além de gerir também o beach Wrestling, ou wrestling de praia (esporte não-olímpico). 

Atualmente, a Confederação Brasileira de Wrestling é presidida por Flavio Cabral Neves. O principal objetivo da entidade é tornar o esporte nacional uma referência, fortalecendo suas federações afiliadas e investindo nas categorias de base para propagação da modalidade. A CBW é filiada ao Comitê Olímpico do Brasil, United World Wrestling e United World Wrestling Americas e conta com o apoio da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem, Estácio e Comitê Brasileiro de Clubes.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.