Palmeiras tem vitória histórica diante do River e da passo largo rumo a final

Uma noite palestrina com certeza.

Um enredo incrível, para que muitos torcedores guardem em suas mentes um dos melhores jogos do Palmeiras nos últimos anos.

Sem sombra de dúvida, um jogo quase perfeito.

Abel Ferreira soube armar bem o time para tirar a velocidade na esquerda do River e ainda dando a bola ao adversário o deixou por muito tempo no campo defensivo, ai logo se pensa, então o Palmeiras sofreu sem a bola?

Não, soube atacar com inteligência e nas estatísticas finalizou tanto quanto o time da casa.

E em um elaborado enredo de um tango se desenhou em Buenos Aires e como todo tanto, para o River terminou em tragédia.

Uma apresentação sublime de Gabriel Menino, tachado como pesadelo pela mídia argentina e não podemos esquecer de Patrick e Cia que atuaram de forma coesa e séria.

Abel vai demonstrando o quanto esta empenhado em aproveitar a sua primeira chance em um clube de primeira linha. Dedicação total e foco no trabalho, aproveitamento das individualidades de forma direta.

O Palmeiras não é uma equipe espetacular, de shows, mas que sabe atuar com todas as peças do elenco mantendo um ritmo e estilo de jogar muito intenso, vem dando certo até o momento.

Os jovens palestrinos nascidos após o título de 1999 estão com uma chance enorme de escrever os seus nomes para sempre na história palestrina.

RIVER PLATE 0 X 3 PALMEIRAS


Data: 05 de Janeiro de 2021
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Estádio Avellaneda, em Buenos Aires-ARG
Árbitro: Leodán González (URU)
Assistentes: Nicolás Tarán (URU) e Carlos Barrero (URU)
VAR: Julio Bascuñán (CHI)
Cartões amarelos: Ponzio e De La Cruz (RIV);Gustavo Gómez, Patrick de Paula e Danilo (PAL)
Cartão vermelho: Carrascal, 14’/2ºT (RIV)

GOLS: Rony, 26’/1ºT (0-1), Luiz Adriano, 1’/2ºT (0-2) e Matías Viña, 16’/2ºT (0-3)

RIVER PLATE: Armani; Montiel, Rojas, Pinola e Casco (Girotti 28’/2ºT); Enzo Pérez (Díaz 41’/2ºT), De La Cruz e Nacho Fernández (Julián Álvarez 36’/2ºT); Carrascal, Suárez (Ponzio 28’/2ºT) e Borré. Técnico: Marcelo Gallardo.

PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha, Alan Empereur, Gustavo Gómez e Viña; Danilo (Zé Rafael 21’/2ºT), Patrick de Paula (Emerson Santos 32’/2ºT) e Gabriel Menino; Gustavo Scarpa (Raphael Veiga 25’/2ºT), Rony (Breno Lopes 24’/2ºT) e Luiz Adriano (Willian 32’/2ºT). Técnico: Abel Ferreira

Partiu Maracanã? Comente ai o que achou da partida

Confira os gols de River 0 X 3 Palmeiras

Créditos das imagens: SBT/Conmebol

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.