ESPORTESNET

Quando Flamengo e Palmeiras entrarem em campo do estádio Mané Garrincha, no sábado, 28, pela Supercopa do Brasil, esse clássico ganhará um novo capítulo. O serviço de resultados esportivos Flashscore fez um levantamento dos números mais relevantes das partidas entre Flamengo e Palmeiras, e aponta quais deles podem fazer diferença na final da Supercopa do Brasil, dia 28 de janeiro.

Invencibilidade de quinze jogos. Porém…

Os confrontos diretos entre Flamengo e Palmeiras têm sido extremamente equilibrados. Segundo o Flashscore, nas últimas quinze partidas, o jogo terminou empatado no tempo normal em dez delas. Nas outras cinco, houve vitória do Flamengo. Ou seja, há quinze jogos o Palmeiras não vence o Flamengo no tempo regulamentar.

O que não significa, necessariamente, insucesso. A final da Conmebol Libertadores de 2021 terminou, oficialmente, empatada em 1 x 1. Mas o Palmeiras anotou na prorrogação e sagrou-se campeão da América pela terceira vez. Para as estatísticas, foi um empate. Para os palmeirenses, uma vitória maiúscula.

Artilharia pesada

O Flamengo leva vantagem também na força de seu ataque. Em quatro jogos que realizou no campeonato carioca, o time rubro-negro balançou as redes dez vezes (média de 2.5 gols por partida). Já o Palmeiras, em três rodadas do Paulistão, anotou apenas um (média de 0,33).

Porém, é preciso relativizar um pouco essas médias. A diferença técnica do campeonato carioca costuma ser muito maior que no paulista, o que facilitaria goleadas do Flamengo (e já houve duas). O Palmeiras, por outro lado, teve um de seus jogos contra o São Paulo, um clássico sempre disputado e que tende a ter um número menor de gols. Já o Flamengo não ainda não jogou contra os principais rivais. Isso ponderado, contudo, ainda aponta uma vantagem para o ataque do Flamengo.

Acompanhem o comentário do Prof Fernando Alves Firmino:

Marcas quebradas

Na escalação do time carioca aparece Gabriel Barbosa, o Gabigol, que recentemente passou a jogar com a mítica camisa 10 de Zico. Gabigol também carrega o impressionante feito de ter anotado gols em todas as decisões de copas e campeonatos em que participou com o Flamengo, com uma dolorosa exceção: a final do Mundial de Clubes de 2019, vencida pelo Liverpool.

Do lado verde, a defesa é o destaque. Foi a melhor do campeonato nacional de 2022, e nos três jogos do ano ainda não tomou nenhum gol, aponta o Flashscore. E os zagueiros titulares, Gustavo Gómez e Murilo bateram o recorde do clube de gols anotados pelos defensores no ano passado.

1 X 1 em títulos

Desde que Flamengo e Palmeiras adquiriram o protagonismo do futebol nacional, duas finais foram disputadas entre os clubes. Na primeira, uma Supercopa do Brasil, o Flamengo levou a melhor nos pênaltis. Na segunda, a final da Libertadores de 2021, o Palmeiras venceu na prorrogação. A julgar pelos números do Flashscore, o jogo de sábado deverá acabar empatado, antes que se possa conhecer o novo Supercampeão do Brasil.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.