Gabriel Casagrande, Daniel Serra e Thiago Camilo “carimbaram o passaporte” neste domingo

Em duas corridas movimentadas e cheias de alternâncias, a Stock Car Pro Series definiu neste domingo (21) os pilotos que brigarão pelo título de campeão da temporada 2021 na Super Final BRB, a ser disputada no dia 12 de dezembro, em Interlagos.

Gabriel Casagrande, Daniel Serra e Thiago Camilo terminaram a etapa de hoje, em Santa Cruz do Sul (RS), nas primeiras posições da tabela de pontuação e partem para Interlagos como os únicos com chances de terminar no primeiro lugar do campeonato. Dos três apenas Serra, tricampeão em 2017/18/19, já possui título na principal categoria do automobilismo brasileiro.

A 11ª etapa da Stock Car foi disputada em duas provas sob o forte calor de 36oC e teve como vencedores Thiago Camilo e Ricardo Maurício na Corrida 1 e Corrida 2, respectivamente.

Casagrande e Serra travaram um intenso duelo pelo quarto lugar na primeira prova, mas na corrida complementar, com o grid invertendo os dez primeiros, o jovem líder do campeonato conseguiu negociar melhor a largada e logo se colocou entre os quatro primeiros. Serra, de seu lado, teve seu traçado bloqueado por três adversários que brigavam pelo quinto lugar – e com o carro rendendo menos não conseguiu avançar e se colocar entre os líderes.

Com um quarto e um sexto lugares na etapa, Casagrande passou a somar 336 pontos na liderança, com Serra atingindo 311 depois da quinta e décima colocações. Já Thiago Camilo, que chegou a Santa Cruz do Sul ocupando o apenas sétimo posto na tabela, subiu para o terceiro lugar ajudado pelos pontos da vitória e o nono lugar, na Corrida 1 e 2, respectivamente.

A vitória na primeira prova do dia foi a 36ª da carreira de Thiago Camilo, que agora soma uma vitória a menos que o pentacampeão Cacá Bueno – o mais bem sucedido piloto em atividade na Stock Car.

Casagrande vai para a Super Final BRB com 25 pontos de vantagem sobre Serra, uma dianteira que corresponde quase à metade dos 56 pontos que serão colocados em jogo em Interlagos. Se a missão de Serra é difícil, as chances de Camilo são apenas matemáticas – precisa torcer para o líder zerar nas duas provas de Interlagos, vencer as corridas e conquistar o título por ter mais vitórias na temporada que Casagrande. E, claro, ainda há o vice-líder Serra a ser batido.

“É a primeira vez que eu chego na final na liderança da Stock Car”, disse Casagrande, 26 anos, representante da nova geração da categoria. “Como falei antes dessa etapa, a responsabilidade era toda dos meus adversários. Eles que venceram inúmeros títulos e corridas, e eu sou o cara que está chegando agora. Estou fazendo o que eu sei e gosto, que é correr de carro. Minha equipe me deu um carro excelente e eu fiz o que dava. Graças a Deus a gente conseguiu. E estamos no páreo”, completou.

“Estamos na briga, só termina quando acaba e tudo pode acontecer”, respondeu Serra. “Já cheguei em decisão de título com essa vantagem e nem por isso cheguei tranquilo. Então, já fiz o papel de caça e agora é minha vez de ser o caçador. Vamos virar o caçador e pegar ele na final”, concluiu o tricampeão.

11ª etapa, Santa Cruz do Sul
Resultado da Corrida 1

  • 1º – Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – 22 voltas
  • 2º – Julio Campos (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze) – a 0s457
  • 3º – Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 2s380
  • 4º – Gabriel Casagrande (A.Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) – a 12s285
  • 5º – Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – a 17s019
  • 6º – Galid Osman (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) – a 19s637
  • 7º – Diego Nunes (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 20s549
  • 8º – Lucas Foresti (KTF Sports/Chevrolet Cruze) – a 21s109
  • 9º – Rubens Barrichello (Full Time Sports/Toyota Corolla) – a 23s828
  • 10º – Pedro Cardoso (KTF Racing/Chevrolet Cruze) – a 27s861

Resultado da Corrida 2

  • 1º – Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – 19 voltas
  • 2º – Rafael Suzuki (Full Time Basssani/Toyota Corolla) – a 3s800
  • 3º – Rubens Barrichello (Full Time Bassani/Toyota Corolla) – a 9s420
  • 4º – Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) – a 10s684
  • 5º – Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Toyota Corolla) – a 10s957
  • 6º – Gabriel Casagrande (A.Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) – a 11s904
  • 7º – Bruno Baptista (RCM Motorsport/Toyota Corolla) – a 12s824
  • 8º – Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 14s255
  • 9º – Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – a 14s531
  • 10º – Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – a 14s772

Dez melhores na pontuação:

  • 1) Gabriel Casagrande, 336 pontos
  • 2) Daniel Serra, 311
  • 3) Thiago Camilo, 280
  • 4) Rubens Barrichello, 279
  • 5) Ricardo Zonta, 277
  • 6) Ricardo Maurício, 267
  • 7) Cesar Ramos, 245
  • 8) Allam Khodair, 239
  • 9) Átila Abreu, 232
  • 10) Diego Nunes, 215

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.