Benzema e Vinicius Júnior são os destaques do Real Madrid na temporada

Sem Cristiano Ronaldo e Benzema protagonista; veja o que mudou no Real Madrid desde a última final

O Real Madrid disputa mais uma final de Champions League neste sábado, contra o Liverpool, às 16h. Na última vez em que os merengues estiveram na decisão, em 2018, Cristiano Ronaldo era o protagonista. Agora, é a vez de Benzema.

MUDANÇA DE PROTAGONISMO

Em 2018, a estrela do Real Madrid era simplesmente Cristiano Ronaldo. O craque português foi o protagonista da equipe na conquista da quarta Champions League consecutiva, sendo mais uma vez o artilheiro da competição, com 15 gols.

A final deste sábado contra o Liverpool será a primeira do Real Madrid desde a saída de Cristiano Ronaldo para a Juventus, em junho de 2018. Agora, o principal jogador do clube merengue nesta decisão é Benzema, que antes era coadjuvante do português. O centroavante é o artilheiro da Champions League, com 13 gols, e também é considerado o principal candidato a receber o prêmio da Bola de Ouro e The Best da Fifa.

GARETH BALE

Na última vez, Bale foi o protagonista da decisão da Champions League contra o Liverpool, marcando dois gols, sendo um de bicicleta. Esta foi a segunda vez que o galês foi decisivo, ele acumula três gols em finais da competição.

Atualmente, Bale vive uma fase completamente oposta no Real Madrid e muito provavelmente não deve nem entrar em campo, como vem acontecendo na temporada. O galês vai encerrar seu ciclo no clube nesta temporada de uma forma melancólica.

DECISIVOS

Dessa vez, Bale não vai ser uma peça que pode decidir o resultado para o Real Madrid. Os brasileiros Vinícius Júnior e Rodrygo são, agora, os que ocupam esse papel de coadjuvante na equipe.

Vinícius Júnior é o segundo principal jogador do Real Madrid na temporada, formando uma grande dupla com Benzema. O atacante é o líder de assistências do clube na Champions League. Enquanto Rodrygo, mesmo reserva, é o vice-artilheiro dos merengues na competição e marcou dois gols em dois minutos que levou a equipe a avançar para a final.

MARCELO NO BANCO

O lateral era o titular absoluto da posição na época. Apesar de ainda seguir no clube, a história mudou. Marcelo foi banco a temporada inteira e Mendy assumiu seu lugar na equipe de Carlo Ancelotti.

Nesta Champions League, Marcelo não teve muitas oportunidades. O lateral atuou somente em três partidas, sendo nenhuma como titular. Porém, o brasileiro ainda é presente no vestiário e é uma figura de liderança na equipe.

DUPLA DE ZAGA

Na última conquista da equipe, Sergio Ramos e Varane eram os donos da defesa. Os zagueiros formaram uma grande dupla de zaga no Real Madrid, considerada uma das melhores do mundo na época.

Agora, nenhum dos dois está na equipe. A dupla de zaga é formada por Alaba e o brasileiro Éder Militão. Os zagueiros não conseguiram manter o nível da dupla anterior, mas por boa parte da temporada, tiveram atuações seguras.

NAVAS X COURTOIS

Outra mudança na equipe do Real Madrid foi nos goleiros. Na última final, Navas era o dono da posição. Hoje, o costarriquenho defende o Paris Saint-Germain e Courtois é o responsável pela meta merengue.

Na Champions League 2017/2018, Navas foi eleito o melhor goleiro da competição. Porém, Courtois chegou ao Real Madrid na temporada seguinte com moral após uma boa Copa do Mundo com a Bélgica. O goleiro belga vem correspondendo bem na posição, com grandes defesas, sobretudo nas eliminatórias da competição.

TÉCNICO

Em 2018, Zidane comandou o Real Madrid na conquista da Champions League. Foi o terceiro título consecutivo do treinador, que também comandou os merengues em 2017 e 2016. Antes disso, Carlo Ancelotti, que é o atual treinador, levou a equipe à conquista de ‘La Décima’, em 2014.

Agora, Carlo Ancelotti volta ao comando da equipe para mais uma final de Champions League. O treinador italiano vai em busca de seu segundo troféu da competição pelo Real Madrid.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.