Título alviverde é a prova de que a inteligência deve prevalecer perante a arrogância

O Palmeiras é tricampeão da Libertadores. Justo e incontestável.

Muitos (inclusive eu), sem saber sobre o planejamento do clube, criticam a reta final do trabalho para a final.

Críticas em vão, Abel esta em uma sintonia tão grande com sua comissão que sabia muito bem o que fazer.

E fez. Fez com que Gustavo Gomez jogasse em lado diferente ao normal, havia uma razão.

Fez com que Mayke, que não é um primor de lateral, mas sempre foi peça importante no elenco, mostrasse seu valor.

Fez com que Scarpa, o rei da assistência, atuasse recuado para poder tirar a velocidade do Flamengo.

E o que dizer de Piquerez, um digno defensor da escola uruguaia. Jogou bem demais.

Mas agora quero escrever sobre um personagem que desde que chegou mostra uma qualidade incrível: Gustavo Gomez.

Com ele, Luan tem seu futebol agigantado. E Gomez marca com uma primazia poucas vezes vistas, o que não entendo de o porque ele não deu certo no cálcio.

Outro personagem, muitas vezes tratado como peça dispensável do elenco pela torcida, virou um dos mais importantes e valiosos do elenco: Raphael Veiga.

Qualidade e velocidade fizeram de Veiga se tornar o mais importante jogador do elenco alviverde

E não poderia deixar passar a fera: Dudu, voltou e mostrou a que veio, demonstrando o quão valioso ele é para o elenco.

Deyverson é a sina alviverde com os “malucos”, César, Edmundo, Paulo Nunes, feras, incompreendidos e decisivos.

Abel mostrou tudo isso ao mundo verde. E nem mencionei a enxurrada de talentos da base, muito bem aproveitadas pelo português.

Esse é o Palmeiras de Abel, um time que coletivamente é muito forte e surpreendente.

Comemora palestrino, chora, grita, pois foi a vitória foi para derrubar as forças que fazem do alviverde um dos mais perseguidos do futebol nacional.

Uma resposta

  1. Concordo com a análise, o Palmeiras com Abel é um time coletivo , com alternativas dentro do jogo, muito por que os jogadores entendem e acreditam na estratégia apresentada pelo treinador .
    No jogo de ontem isso ficou muito claro, principalmente no primeiro tempo , diga-se o melhor do Palmeiras em 2021 , um time compacto que não ocorreu nenhum rico frente a um time ,onde o individual é o seu forte e não o coletivo .
    Sabedor disso Abel travou de um maneira muito inteligente , qualquer possibilidade de sobrar espaço para 1×1 , congestionou o meio campo, deixando que a bola ficasse com os zagueiros Rodrigo Caio e David Luis, d os volantes Arao e Andreas Pereira para armação das jogadas.
    Parabéns ao Palmeiras pelo Bi Campeonato da Libertadores e so seu treinador Abel Ferreira pelo planejamento para este jogo

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.