Nesse domingo (01) o handebol feminino saiu derrotado pela França por 29 x 22 e deu adeus ao inédito pódio olímpico em Tóquio.

A princípio, o empate era suficiente para o handebol feminino brasileiro se classificar. Mas em partida marcada pela diferença emocional entre as equipes resultou em uma derrota e na eliminação precoce brasileira.

1° tempo

Assim, o encontro começou com tons de nervosismo e ansiedade para ambas equipes. No entanto, enquanto a equipe francesa se estruturou na partida a brasileira continuou sofrendo em quadra.

Dessa forma, viram as europeias abrirem vantagem. Além disso, um desempenho muito abaixo do normal por partes das campeãs mundiais de 2013. A ponta Alexandra que vinha sendo a melhor opção do Brasil ofensivamente foi substituída sem indício de lesão. Assim, a etapa acabou em uma grande diferença de 17 x 11 pró França.

2° tempo

Em seguida, as brasileiras voltaram com uma atitude diferente. Desse modo, com poucos minutos após o retorno a seleção já havia retirado grande parte da diferença.

Porém, a reação durou poucos minutos. Com uma eficiência bem aquém do ideal o Brasil olhou a França abrir incríveis nove pontos. A 10 minutos do final o empate beirava o impossível.

Portanto, com a derrota por 29 x 22 as brasileiras deram adeus ao sonho do pódio. Nem mesmo o bom começo suportou três derrotas consecutivas.

Paris 2024

Essa tem tudo pra ser a última competição olímpica de grandes nomes do handebol brasileiro. Logo, Babi, Duda, Ana Paula e Alexandra devem abrir de vez espaço para novas jogadoras no próximo ciclo olímpico.

Por outro lado, o brasileiro pode se sentir esperançoso com novos nomes na modalidade. Bruna foi sem dúvidas o maior brilho da seleção nos jogos.

Foto destaque: Divulgação/COB

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.