Lenda do Guarani, consagrado no Bragantino, treinador nos deixa aos 56 anos de idade

O futebol brasileiro está de luto. Afinal de contas, morreu, na tarde desta segunda-feira (14), o técnico Marcelo Veiga, que vinha comandando o São Bernardo FC na Copa Paulista e é considerado uma lenda do Bragantino.

O treinador, de 56 anos, foi vítima do surto de covid-19, o novo coronavírus, que atingiu o Tigre no mês passado. Por isso, desde meados de novembro, estava internado na UTI da Santa Casa de Bragança Paulista (SP). Ainda não há detalhes sobre velório e enterro.

Aquele mesmo!


Natural de São Paulo (SP), Marcelo Veiga tem passagens por inúmeros clubes paulistas enquanto treinador, como Francana, São Caetano, Portuguesa, Guarani e Mogi Mirim, além de ter trabalho em times como Ferroviário-CE, América-RN e Remo-PA.

No entanto, a história de Marcelo Veiga está diretamente ligada ao Bragantino. Foram mais de 500 jogos e feitos importantes, como o título do Campeonato Brasileiro da Série C de 2007. Ainda no Interior Paulista, foi campeão brasileiro da Série D de 2015 com o Botafogo-SP.

Como jogador, o lateral-esquerdo Marcelo Veiga – que também podia atuar como lateral-direito – defendeu times como Santos, Santo André, Internacional e Goiás. Ficou conhecido por ter feito o gol do título cearense do Ferroviário, em 1988.

ÚLTIMO TRABALHO

Marcelo Veiga vinha desenvolvendo bom trabalho no São Bernardo FC durante a temporada. Foi semifinalista do Paulista A2, perdendo o acesso ao Paulistão para o São Bento com o placar de 3 a 2 no agregado após duas partidas. Já na Copa Paulista, o Tigre, que vem sendo comandado por Sérgio Ricardo nos últimos jogos, está na semifinal – na ida, no Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo, empate, por 1 a 1, com a Portuguesa.

Fonte: AFI

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.