Que o futebol é extraordinário por suas histórias e narrativas, todos nós já sabemos, E podemos ver mais uma dessas gratas surpresas que esse esporte nos proporciona.

Foi assim em mais um jogo do Campeonato Espanhol, teoricamente um jogo comum, se não fosse por uma semana em que perdemos um dos maiores jogadores da história, Diego Armando Maradona.

E coube ao maior jogador argentino em atividade, e o único capaz de ser colocado e comparado à Maradona, homenagear “El Pibe”.

O jogo entre Barcelona e Osasuna já estava no segundo tempo, e o placar de 3 a 0 para o time da casa, e então como se o atual craque argentino decidisse prestar a devida homenagem ao seu ídolo aos 33 minutos da etapa final.

Gol de Messi.

Gol comum? Não, o futebol não ia nos reservar isso.

Messi reproduz um gol de forma idêntica, mesmo que sendo do outro lado do campo, o único gol de Maradona com a camisa de La Lepra (Newell’s Old Boys).

O ano era 1993, em sua passagem de apenas 6 jogos, Maradona marca o gol em um amistoso contra o Emelec, e em comemoração beija as mãos e ergue os braços para o céu, agradecendo por voltar ao futebol.

Na arquibancada, um pequeno garoto chamado Lionel Messi, com seis anos, assistia o gênio vestindo a camisa do seu time.

Voltando ao jogo desse domingo (29), na comemoração do gol, os olhos de todos aguardavam o que faria Messi. Talvez aplaudisse como foi feito em todos os jogos da rodada do campeonato italiano no minuto 10, ou olhasse apenas para o céu em menção ao Eterno Maradona.

Foi além.

Por baixo da camisa do Barça, lá estava a camisa do Newell’s, Messi a exibe, e os detalhes registrados pelos fotógrafos: beija as mãos e ergue os braços para o céu. agradecendo por tudo o que Maradona fez pelo futebol.

Simplesmente, inesquecível.

Obrigado futebol.

Obrigado Messi.

Gracias Diego, Gracias Pibe.

Foto Reprodução/Barcelona

Confira abaixo os gols de Messi e Maradona:

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.