ESPORTESNET

Piloto receberá troféu feito de aço Gerdau 100% reciclável, que também moldará as medalhas que serão entregues a voluntários da equipe de sinalização

O Grande Prêmio de São Paulo, etapa brasileira da maior competição do automobilismo mundial, homenageará e presenteará Rubens Barrichello, um dos principais pilotos brasileiros da história, com um troféu de aço 100% reciclável produzido pela Gerdau.

O designer responsável pela obra é Fred Gelli, cofundador e CEO da Tátil Design, considerado pela Fast Company Magazine um dos 100 mais criativos do mundo e pela Design Week um dos dez designers mais influentes e um dos criadores do logo das Olimpíadas do Rio de Janeiro 2016. A homenagem acontece no dia da corrida, 5 de novembro, no autódromo de Interlagos como parte da programação oficial do evento.

A homenagem se dá pelos 30 anos da estreia de Rubens Barrichello na Fórmula 1. Conhecido como Rubinho pelos fãs de automobilismo, é um dos pilotos mais experientes da competição, tendo disputado o Campeonato Mundial de Fórmula 1 de maneira ininterrupta entre os anos de 1993 e 2011, participando de 326 GPs.

Entre 2000 e 2005, foi companheiro de equipe de Michael Schumacher pela Scuderia Ferrari, conquistando o vice-campeonato em 2002 e 2004. Encerrou sua carreira na competição no Grande Prêmio do Brasil de 2011, com 11 vitórias e 68 pódios ao todo.

Para Alan Adler, CEO do GP São Paulo de F1, a homenagem a Rubinho é o justo reconhecimento ao seu talento e ao seu profissionalismo.

“Este ano temos o GP de número 51. Trata-se de uma bonita história com vários personagens importantes, dentre eles Rubens Barrichello. Rubinho construiu uma trajetória de muito sucesso no automobilismo, tornando-se uma grande referência no esporte. A entrega do troféu pelos seus 30 anos de estreia na Fórmula 1 é muito simbólica, pois remete ao passado e também ao futuro da categoria. A peça feita em aço 100% reciclável da Gerdau aponta para o compromisso da Fórmula 1 com o futuro sustentável do planeta.”

Para Gustavo Werneck, CEO da Gerdau, a entrega do troféu para Barrichello com aço Gerdau, que também está sendo utilizado nas obras de modernização de infraestrutura do Autódromo de Interlagos, é um grande momento de valorização do esporte brasileiro e reforça o protagonismo de um insumo 100% reciclável e com baixa emissão de carbono.

“A Gerdau é uma empresa brasileira com 122 anos de história, que sempre esteve próxima do setor automotivo, um dos seus principais clientes. Fazer parte da homenagem a um dos pilotos brasileiros mais famosos e respeitados em todo o mundo, enquanto destacamos os atributos de sustentabilidade e tecnologia do nosso aço, é motivo de muito orgulho”, destaca.

Sobre o troféu que será entregue, o designer Fred Gelli destaca a sinergia entre o processo de produção de aço da Gerdau com uma criativa analogia automobilística.

“A obra é uma oportunidade de criar uma simbólica materialização do aço reciclável feito a partir da reciclagem, em uma estrutura tecnológica moldado em formato de oito, que representa tanto o processo infinito da reciclagem, quanto uma profunda inspiração nos clássicos autoramas”, explica o artista.

Além da entrega do troféu de aço, dez fiscais de pista serão homenageados por seu trabalho como voluntários com medalhas em reconhecimento aos esforços empregados para a realização do Grande Prêmio de São Paulo, que também foram produzidas em aço Gerdau e desenhadas por Gelli. A entrega das medalhas ocorrerá no domingo (5) pelas mãos de um piloto de Fórmula 1.

A Gerdau, maior empresa brasileira produtora de aço e uma das líderes globais na produção de aços especiais para o mercado automotivo, é fornecedora oficial de aço do Grande Prêmio de São Paulo, a etapa brasileira da maior e mais popular competição automobilística mundial, que ocorrerá nos dias 3, 4 e 5 de novembro no Autódromo de Interlagos.

O produto 100% reciclável e com baixa emissão de carbono foi utilizado na modernização de estruturas do Autódromo de Interlagos, com destaque para um sistema fixo de estruturas em aço para a transmissão audiovisual da prova, abrangendo todo o circuito. Todas as intervenções realizadas no equipamento esportivo ficarão de legado para a cidade de São Paulo e os demais eventos que ocorrerão no local.

Formula 1 Rolex Grande Prêmio de São Paulo 2023

  • Datas: 3, 4 e 5 de novembro – Local: Autódromo de Interlagos – São Paulo
  • Site oficial: f1saopaulo.com.br
  • Ingressos pela tiqueteira oficial: eventim.com.br/f1saopaulo

Sobre Fred Gelli

Fred Gelli é cofundador e CEO da Tátil Design, consultoria de branding, design e inovação que desenha estratégias e experiências de marca que geram valor para o negócio, as pessoas e a sociedade.

Com uma trajetória de 34 anos, a Tátil conquistou mais de 200 prêmios nacionais e internacionais, entre eles o iF Design Award, IDEA – EUA, Caboré e Leões de Ouro. Fred desenvolveu a marca dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 e foi um dos diretores criativos da Cerimônia de Abertura e Encerramento.

É considerado pela Fast Company Magazine um dos 100 mais criativos do mundo e pela Design Week um dos dez designers mais influentes. Atua há 20 anos como professor da PUC-RJ, nos cursos de Ecoinovação e Biomimética. É ainda consultor de branding de marcas como Natura, Danone, Gerdau e Ambev e palestrante sobre design, sustentabilidade e biomimética.

Sobre o GP São Paulo de F1

O GP São Paulo de F1 é o principal evento recorrente do calendário esportivo brasileiro. Uma das etapas do Campeonato Mundial de pilotos e construtores, acontece anualmente no Autódromo de Interlagos, na cidade de São Paulo.

A cada edição, reúne público de mais de 235 mil pessoas no autódromo nos três dias de evento. Transmitido ao vivo para mais de 180 países, tem uma audiência global que alcança mais de 445 milhões de espectadores globais únicos.

Além de proporcionar entretenimento de qualidade, o GP São Paulo de F1 coloca à disposição de seus parceiros uma poderosa plataforma para divulgação de marcas e para relacionamento. O GP proporciona um conjunto de benefícios diretos para a população de São Paulo.

A operação envolve a injeção de mais de R$1,37 bilhão na economia local, além da geração de cerca de 14 mil empregos. Em total alinhamento com as diretrizes da F1, o GP São Paulo é agente e disseminador da cultura da sustentabilidade ambiental, do respeito à diversidade e da inclusão social.

Sobre a Gerdau

Com 122 anos de história, a Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio.

Além disso, possui uma divisão de novos negócios, a Gerdau Next, com o objetivo de empreender em segmentos adjacentes ao aço. Com o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro, a companhia está presente em 9 países e conta com mais de 36 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações.

Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 71% do aço que produz é feito a partir desse material. Todo ano, 11 milhões de toneladas de sucata são transformadas em diversos produtos de aço.

A companhia também é a maior produtora de carvão vegetal do mundo, com mais de 250 mil hectares de base florestal no estado de Minas Gerais. Como resultado de sua matriz produtiva sustentável, a Gerdau possui, atualmente, uma das menores médias de emissão de gases de efeito estufa (CO₂e), de 0,86 t de CO₂e por tonelada de aço, o que representa aproximadamente a metade da média global do setor, de 1,91 t de CO₂e por tonelada de aço (worldsteel).

Para 2031, a meta da Gerdau é diminuir as emissões de carbono para 0,83 t de CO₂e por tonelada de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3), Nova Iorque (NYSE) e Madri (Latibex).

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.