Experiente arqueiro já teve experiência no futebol de Goiás pelo Rio Verde e busca agora ajudar o CRAC a disputar competições nacionais na próxima temporada

O goleiro Tom Cristian, de 30 anos, está de volta ao futebol do Estado de Goiás. Com passagem pelo Rio Verde em 2017, o experiente arqueiro volta a disputar o Campeonato Goiano agora defendendo a meta do CRAC de Catalão. O contrato do goleiro vai até o fim do Estadual e Tom tem a missão de ajudar o time goiano a conquistar vagas em torneios nacionais na próxima temporada, como a Copa do Brasil e o Brasileirão da Série D.

“A expectativa é muito positiva. Chego em um clube de muita tradição do Campeonato Goiano. O CRAC de Catalão tem uma camisa muito forte e sua história muito sólida aqui em Goiás e para mim é uma honra fazer parte deste grande clube. Espero ajudar da melhor maneira, chego para somar junto com todos os meus companheiros. Sei da força da torcida e da cidade de Catalão que apoia muito. Espero que neste ano de 2022 possamos alcançar nossos objetivos”

disse o arqueiro em sua primeiras palavras como jogador do CRAC

Passagem pelo Rio Verde

Esta não é a primeira vez que o goleiro Tom disputará o Campeonato Goiano. Em 2017, o arqueiro foi a segurança da meta do Rio Verde e ajudou o time a permanecer na Primeira Divisão com grande destaque, principalmente pela última partida daquele ano diante do Goianésia.

“Naquele ano eu fiz um campeonato excelente, mas o último jogo foi marcante. Ficamos com dois jogadores a menos naquele jogo. O ataque do Goianésia era o Michael e o Nonato, dois grandes nomes do futebol goiano. Lembro que fiz uma promessa aos jogadores que ninguém ia sair de cabeça baixa. Foi Deus mesmo, foi resposta de oração. A bola batia certinha na minha mão e saía”

relembra Tom

Elogios de Michael

Após aquela partida decisiva que garantiu a permanência do Rio Verde na elite do estadual goiano, Tom relembra que impressionou até o atacante Michael, hoje no Flamengo, e que na época já estava para acertar com o Goiás, lhe disse após o término da partida.

“Ele fez cerca de seis finalizações naquele jogo e consegui defender todas. Depois, ele chegou em mim e disse “irmão, você tem noção do que fez aqui? Você fez o impossível! Não tinha como fazer gol em você! Na hora que você defendeu o meu chute cruzado e a bola ficou na sua mão, eu já sabia que não teria como fazer gol em você!”. Eu guardo essas palavras com carinho, porque ele já era cobiçado por vários clubes e hoje está no Flamengo”

relembra o goleiro do CRAC

A estreia do CRAC no Campeonato Goiano está marcada para o dia 26 de janeiro, às 20h30, contra o Atlético Goianiense, no estádio Antônio Acciolly.

Tom de 30 anos e 1,96 m, começou a carreira profissional em 2011 na Portuguesa, participando do elenco do time que ficou conhecido como “Barcelusa” e que conquistou o título da Série B do Brasileiro, além de ter conquistado também o título da Série A-2 do Paulistão. Também jogou pelo ASA de Arapiraca e Boa Esporte e teve experiência na Europa, jogando pelo Real Sport Clube, de Portugal. 

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.