Foto: divulgação/ Luverdense

Num contexto de pandemia e consequentes mudanças no cenário do futebol, é natural que alguns atletas passem por reviravoltas na carreira. É o caso da joia, ex-Vasco, Gabriel Félix. O goleiro que além da bonita formação e história no cruzmaltino, foi importante no acesso do Fortaleza à Série A do Campeonato Brasileiro, ficou sete meses sem atuar, por motivos pessoais.

Após o seu recomeço, pelo União Cacoalense (RO), Gabriel Félix se contundiu e a lesão prejudicou os planos do atleta e da equipe. No entanto, 2020 ainda guardava para o atleta ‘’uma sensação indescritível’’, como bem disse o jogador.


Logo após a rápida passagem pelo time de Cacoal, o arqueiro assinou com o Luverdense (MT) para disputar as fases finais do estadual. A equipe enfrentou nas quartas de finais nada mais nada menos que o Cuiabá, time que briga para subir para a elite do futebol brasileiro e fez grande campanha na Copa do Brasil.

E após uma derrota em casa no 1º jogo por 2 a 0 para o Cuiabá, o Luverdense foi gigante no jogo da volta, venceu pelo mesmo placar, levou a decisão para os pênaltis e conseguiu a classificação para às semifinais do Campeonato Mato-Grossense.

Uma noite especial e inesquecível para o atleta Gabriel Félix, que foi o melhor em campo e ainda defendeu um pênalti durante as cobranças. Essencial para a conquista da vaga do Luverdense no estadual, o goleiro falou sobre esse momento.


Você já viveu momentos únicos e especiais ao longo da sua carreira. Mas num momento de recuperação, essa virada contra o Cuiabá, pegando pênalti, sendo protagonista pelo time do seu estado natal, é uma emoção diferente?

É uma sensação indescritível pelo ano atípico que vivemos, pelas circunstâncias. Só Deus sabe o que passei, porém nunca deixei de acreditar no meu potencial, sempre trabalhei bastante e quieto, pois papai do céu sabe de todas as coisas. Foi um jogo marcante pra mim, pra minha família e pra todos que torcem por mim.”


Após eliminar um time que está lutando pra subir para a elite do futebol brasileiro, é natural que a confiança e a energia se renovem. Sendo assim, daqui pra frente, o que almeja junto ao Luverdense, Gabriel?


O luverdense é um time de referência no estado, passou pelas suas dificuldades, mas eu e meus companheiros viemos com o intuito de botar o luverdense em evidência novamente. Fizemos história, temos apenas 10 dias treinando juntos, 19 jogadores no elenco, enfrentamos um gigante que é o Cuiabá e mostramos o nosso valor. Agora, com muita humildade e pés no chão, vamos em busca dessa classificação pra final.”

View this post on Instagram

A post shared by Gabriel Felix (@gfelix95)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.