ESPORTESNET

Um dos maiores ídolos da história do Vasco, Mauro Galvão acompanha atentamente a novela envolvendo o clube e Luca Orellano

Por: torcedores.com

O argentino de 23 anos, uma das contratações mais caras da história do cruz-maltino, pediu para deixar São Januário depois de apenas uma temporada.

Em entrevista exclusiva ao Torcedores.com, o capitão da Libertadores de 1998 analisou o impasse. Orellano tenta deixar o Vasco enquanto o clube corre sério risco de perder dois jogadores importantes do setor ofensivo, Gabriel Pec e Marlon Gomes, e tem dificuldades para fazer contratações de impacto do meio para frente.

Para Mauro Galvão, Orellano precisa decidir se está disposto a encarar as dificuldades que o futebol brasileiro impõe. O ex-zagueiro aproveitou e mandou um recado para o hermano.

“Ele não pode pensar que está fazendo um favor para o Vasco se ficar. Se pensar assim, é melhor ir embora. Depende dele, ficar no Vasco ou não. Ele foi contratado, todo mundo com a expectativa de que fosse um destaque, e ele não conseguiu ser. Quem está no clube tem de entender se ele tem vontade de jogar, ou se quer que alguém implore para que ele jogue. Futebol é concorrência. Quem tiver mais condição, ganha a vaga. Ele tem de lutar pelo objetivo dele, para ser titular. Alguns têm períodos de adaptação mais longos, mas ele sabe jogar. Já vimos o Orellano esse ano, tem sido outro jogador. Antes estava perdendo a bola muito facilmente. Ele vem de um futebol (o argentino) que é tão duro quanto o daqui. Se ele pensa em jogar na Europa um dia, não vai conseguir nunca desse jeito”.

Mauro Galvão recorreu a outro estrangeiro para afirmar que ainda é possível ver Orellano dando a volta por cima no futebol brasileiro.

“É possível que ele ainda mude a chave. Não foi um jogador que pediu para ir embora como ele, mas o Conca também foi um jogador que demorou um pouco a se adaptar ao futebol brasileiro. No Vasco, não conseguiu jogar tanto, foi só no Fluminense que ele explodiu mesmo. Então isso pode acontecer novamente. Desde que eu vi Orellano jogando, me chamou a atenção, ele não se comunica, não fala com os companheiros, está sempre com a cabeça baixa. É um cara introvertido mesmo. É mais difícil para um jogador assim, essa mudança de país, de competição. Eu joguei fora do Brasil, é normal, tem horas em que você se sente meio perdido, demora um pouco para se encontrar. Talvez seja apenas uma questão de tempo”.

Na atual temporada, Orellano foi titular nas duas partidas em que o time B do Vasco disputou no Campeonato Carioca. O jogador somou um gol e duas assistências e deu esperanças à torcida de que ainda pode ser útil ao time da Colina. Na temporada passada, após ser contratado por R$ 20 milhões junto ao Vélez Sarsfield, Orellano disputou apenas 23 partidas, com um gol e uma assistência.

Estadio Sao Januario – Luca Orellano do Vasco, Marcello Dias / SPP

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.