ESPORTESNET

Após vencer o JC, do Amazonas, por 4 a 1 no último final de semana, o Ceará se classificou para as semifinais do Brasileirão Feminino da série A2 e, com o placar agregado de 4 a 2, conquistou o acesso à elite do futebol feminino nacional para a temporada de 2023

Autora de um dos gols da vitória do Vozão, Bianquinha celebrou muito a conquista junto ao time. Em seu primeiro ano no time, a meio campista de 20 anos foi reserva em muitos jogos, mas não deixou de ser destaque do time.

“Todas as vezes que eu atuei dentro de campo eu conseguia executar o que o técnico pedia, realizando passes importantíssimos e gols”, avalia a jogadora. 

Bianca estava no Pinda em 2021, onde fez seu primeiro ano de futebol profissional. Para ela, esse acesso tem um peso imenso, que estará sempre marcado em sua carreira. 

“A conquista do acesso foi um sonho realizado. Cheguei nesse foco, sempre pensando que esse ano íamos subir. Graças a Deus conseguimos! Meu segundo ano jogando como profissional, e já conquistando o acesso significou tanto pra mim que ainda estou digerindo tudo isso.”

O Ceará faz uma excelente campanha. Até aqui, foram oito jogos, sendo seis vitórias e dois empates, sem derrotas. Sobre os gols, o elenco comandado por Erivelton Viana somou 24 tentos marcados e sete sofridos.

“Foram três anos tentando subir, e no dia 13/08 nós conseguimos.  Nos apresentamos primeiro que muitas equipes com o objetivo de trabalhar para conseguirmos o resultado que tanto queríamos. Entramos pra história do Ceará Sporting Clube, agora o foco é trabalhar para conquistar o título”, acrescenta Bianquinha, orgulhosa. 

Após a conquista do acesso, o time se prepara para os jogos da Semifinal, onde enfrenta o Real Ariquemes. O primeiro jogo ocorrerá no sábado, 20, às 15h, em Itatinga-CE.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.