Treinador não chegou a estrear pelo Mecão
Foto: América-RN (Divulgação)

O América-RN anunciou nesse domingo, 01, que o treinador Édson Vieira não permanecerá no cargo. Em nota oficial, a equipe potiguar afirmou que a impossibilidade de comandar a equipe à beira do gramado foi a razão para a demissão de Édson.

Conforme noticiado pelo ESPORTESNET na noite de ontem, o profissional não pôde estrear na partida contra o Afogados, pela Série D do brasileirão.

A CBF passou a exigir que tanto jogadores quanto comissão técnica devem ter o ciclo vacinal completo para participar de competições nacionais.

A informação é que Édson Vieira não havia tomado nenhuma dose quando chegou a Natal, mas tomou a vacina de dose única (Janssen) na véspera da estreia. Entretanto, o intervalo para a imunização é de 14 dias, e o treinador não poderia ficar na beira do gramado nesse período.

Confira a nota oficial:

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.