Ciclovia recebe importantes melhorias visando o incentivo ao uso da “bike” como alternativa ao transporte

Governo de SP entrega sonorização e 3ª fase de iluminação da Ciclovia Rio Pinheiros

O Governador João Doria entregou, neste sábado (18), a primeira fase do novo sistema de sonorização da ciclovia do Rio Pinheiros e a terceira fase da iluminação da pista, que vai da estação Granja Julieta até a Estação Santo Amaro da CPTM. Doria também anunciou o novo nome do espaço, que passa a se chamar Ciclovia São Paulo, e descerrou uma placa em homenagem póstuma à jornalista esportiva e ciclista Erika Sallum.

“Estou muito feliz de estar voltando aqui. A cada vez que estamos aqui, estamos inaugurando um fato novo, algo que acrescenta a essa ciclovia o prazer de resgatar algo que era indesejado por todos. Ninguém queria pedalar na beira de um rio sujo, que não tinha sequer condições adequadas para as pedaladas. Hoje tem, inclusive com infraestrutura de áreas de apoio, vestiários, banheiros limpos. Essa é a Ciclovia São Paulo”

destacou Doria

O sistema de sonorização inaugurado neste sábado vai oferecer uma experiência ainda mais integrativa aos cidadãos que utilizam a ciclovia. São oito painéis audiovisuais em todo o trecho, sendo dois entre Miguel Yunes e Jaguaré e seis até a Ponte Estaiada. Além disso, o projeto conta com uma rádio totalmente voltada para o ciclismo, a BikeFM, que fará a programação musical e em breve terá um canal de podcast sobre o tema.

“A Ciclovia São Paulo transformou a paisagem ao longo do rio e a rotina de milhares de ciclistas que pedalam atualmente em uma pista com infraestrutura de apoio, banheiros e agora com iluminação. Isso traz mais segurança para a população e mais tempo para usar a via ao longo da noite também”

disse o Secretário dos Transportes Metropolitanos, Paulo José Galli

No evento, também foi feita a entrega da terceira fase da iluminação da pista, que vai da estação Granja Julieta até a Estação Santo Amaro da CPTM. Nessa etapa, foram adicionados 178 pontos de iluminação inteligente, totalizando 4 quilômetros de extensão. A implantação do sistema de iluminação pública, além de trazer mais segurança aos ciclistas que frequentam o local, possibilitará a ampliação do horário de funcionamento da ciclovia para o período noturno.

“Sem onerar o Estado, nós estamos implementando novas áreas de lazer e esportes ao longo das margens do Pinheiros, que está sendo despoluído por meio de um grande projeto de saneamento básico, para que as pessoas ocupem esses espaços e tenham uma nova relação com este rio tão importante para a cidade de São Paulo. A nova iluminação aumentará a segurança dos frequentadores”

afirmou o Secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido

Ao todo, foram instalados 568 pontos de iluminação LED, ao longo de 10 km de extensão nas duas fases, sendo parte do projeto dotada com a tecnologia de Smart Lighting, que permite o gerenciamento do sistema de forma remota. Com esta nova fase, serão 14 km de ciclovia com esta tecnologia. A iniciativa faz parte de um plano mais amplo do Governo de São Paulo, em parceria com a Enel do Brasil, para transformar o local na primeira ciclovia inteligente do País por meio de tecnologias inovadoras.

“Esse projeto da ciclovia é muito especial para a Enel X. Ele resume a nossa visão para as cidades inteligentes, circulares e sustentáveis do futuro. Queremos ser parceiros de prefeituras e governos para transformar os centros urbanos em espaços inteligentes, digitais, descarbonizados, circulares e sustentáveis, melhorando a qualidade de vida para todos os cidadãos e já estamos na terceira fase deste projeto”

afirma o responsável pela Enel X no Brasil, Francisco Scroffa

Outra novidade para os ciclistas são as duas árvores solares que foram instaladas próximas às entradas Jurubatuba e Cidade Universitária. Os equipamentos, que foram criados com um design semelhante a uma planta natural, por meio de filmes fotovoltaicos em suas “folhas”, capturam a energia solar e convertem em energia elétrica, podendo servir como fonte de carregamento via USB para celulares e tablets.

Homenagem

O governador João Doria também realizou uma homenagem à jornalista esportiva e ciclista Erika Sallum, que faleceu em agosto último em decorrência de um câncer. Ele fez o descerramento de uma placa em homenagem a Erika, que sempre trabalhou pela inclusão e democratização da cidade, além de defender a ampliação da ciclovia do Rio Pinheiros.

Erika sempre usou o trabalho para dar destaque ao universo do ciclismo, por meio de sua atuação como jornalista de opinião na coluna/blog Ciclocosmo, publicada semanalmente na Folha de S.Paulo, e como editora-chefe da revista de comportamento e esportes Go Outside.

Durante o evento, Doria também anunciou a nova denominação da pista de ciclismo do Rio Pinheiros. A partir de agora, o espaço passa a ser denominado Ciclovia São Paulo.

Sobre o Programa Novo Rio Pinheiros

O programa de despoluição do Governo do Estado é baseado em ações robustas de saneamento básico, com obras iniciadas no segundo semestre de 2019. Até agora, mais de 487 mil imóveis foram conectados à rede da Sabesp. Já são mais de 1,4 milhão de pessoas beneficiadas nas bacias do Rio Pinheiros.

Outra intervenção importante é a limpeza dos resíduos flutuantes, como garrafas pet e outros tipos de descarte. A iniciativa já garantiu a retirada de 53 mil toneladas de lixo do rio, além da remoção de 577 mil m³ de sedimentos para desassoreamento do Pinheiros. O programa ainda abrange projetos de revitalização do entorno do rio, como a concessão da Usina SP, novos parques e ciclovia.

O programa é coordenado pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente e conta com participação da Cetesb, DAEE, EMAE, Sabesp, CPTM, Prefeitura de São Paulo, entre outros.

Deixe seu comentário