Decisão da Copa do Nordeste começa quente entre Bahia e Ceará

O Ceará foi até o estádio de Pituaçu, em Salvador, neste sábado (1) e saiu na frente na decisão da Copa do Nordeste graças a um gol do atacante Jael nos minutos finais.

Após a vitória de 1 a 0, o Ceará chega com boa vantagem no confronto de volta (podendo ser campeão inclusive com um empate), programado para o próximo sábado (8), a partir das 16h (horário de Brasília), no Castelão, em Fortaleza.

Jogando em casa, o Tricolor de Aço começou melhor o confronto, criando boas jogadas em especial com o Rodriguinho e com Nino Paraíba.

Mas aos 19 minutos o time baiano teve que adotar uma postura mais conservadora após a expulsão de Luiz Otávio, que fez falta violenta em Lima.

Um pouco antes do intervalo o número de jogadores das equipes se igualou, após Charles também receber o vermelho por lance violento.

O equilíbrio se manteve na etapa final, com as duas equipes valorizando a posse de bola para impedir que o adversário pudesse criar oportunidades claras de marcar.

Mas no fim, já aos 49 minutos, o Ceará conseguiu a vitória graças a um gol de falta de Jael. O atacante chutou forte, a bola desviou em Óscar Ruiz e atrapalhou o atacante Matheus Teixeira, que nada pôde fazer. Importante vitória do Ceará.

Duelo de campeões

O Bahia, que tem o ataque mais positivo do torneio, com 20 gols marcados (sete do artilheiro Gilberto), busca o tetracampeonato, após as conquistas 2001, 2002 e 2017. Já o Ceará, atual campeão da competição, busca seu terceiro título, após as conquistas de 2015 e 2020.

FICHA TÉCNICA

Bahia 0x1 Ceará

Competição: Copa do Nordeste – 1º jogo da final
Data: 01/05/2021
Horário: 16h
Local: Estádio Pituaçu, em Salvador/BA
Gols: Jael aos 47´/2º T (0-1)

Cartões amarelos: Vina (C), Patrick (B), Rossi (B) e Nino Paraíba (B)
Cartão vermelho: Luiz Otávio (B) e Charles (C)

Ceará: Richard; Buiú, Messias, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Charles, Oliveira e Vina (Yony); Lima (Naressi), Mendoza (Jael) e Vizeu (Saulo). Técnico: Guto Ferreira.

Bahia: Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick, Thaciano (Galdezani), Daniel (Juninho) e Rodriguinho (T. Anderson); Rossi (Oscar Ruíz) e Gilberto (Alesson). Técnico: Dado Cavalcanti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.