Pela primeira vez na história Brasil chega às quartas de finais do tênis de mesa após Hugo Calderano vencer sul-coreano por 4 x 2.

A princípio, o Brasil jamais havia chegado tão longe no tênis de mesa nas Olimpíadas. No entanto, Calderano venceu Jang W. nas oitavas e tratou de colocar seu nome mais uma vez na história do esporte brasileiro.

Antes de mais nada, o carioca mesatenista já era detentor da melhor campanha do Brasil no esporte nos jogos. E Assim, juntamente com Hugo Hoyama e Tsuboi eram os únicos a chegarem até às oitavas de finais.

Aliás, Gustavo Tsuboi também conseguiu esse feito nessa edição. Porém, não conseguiu avançar até a próxima fase.

Dessa forma, Hugo Calderano que já havia chegado até às oitavas no Rio, em 2016, também atingiu o resultado em Tóquio, após vencer Tokic por 4 x 1 em sua estreia.

Vale lembrar que, o brasileiro já estreou na terceira rodada. Isso porque entrou na competição como cabeça de chave número quatro.

Sendo assim, foi na manhã dessa terça-feira (27), brasileira, que o atleta entrou para a história do esporte olímpico brasileiro. Assim, após uma vitória por 4 x 3 nas oitavas de finais, Hugo se tornou o brasileiro a “voar” mais longe no mesa de tênis nas Olimpíadas.

Dessa forma, agora o brasileiro enfrentará o alemão Dimitrij Ovtcharov pelas quartas de finais, nesta quarta-feira (28), as 9h15 (horário).

Assim, uma vitória brasileira na partida dá o direito de Calderano disputar pela primeira vez na história uma medalha para o tênis de mesa brasileiro.

Foto destaque: Divulgação/COB

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.