Em partida equilibrada, Bova Juniors e Santos ficaram no empate sem gols, nesta terça-feira(6), em La Bomboneira, pela partida de ida das semifinais da Libertadores. Ambas as equipes tiveram chances de abrir o marcador, mas desperdiçaram. Por outro lado, o Peixe foi melhor, teve a posse de bola durante todo o jogo, mas pecou na criação e definição das jogadas.

Foto:Ivan Storti/Santos FC

Boca é melhor na etapa inicial

Nos dez primeiros minutos, o Boca Juniors foi melhor que o Santos. Mas foi somente aí que os Xeneizes tiveram superioridade e até chegaram com perigo, em um chute na trave de Villa, após passe de Tévez.

Posse de bola, mas peca na criação

O Peixe tinha mais posse de bola, com 62% ante 38% do adversário. Porém o time pecou demais na falta de criação das jogadas. Os momentos ofensivos eram explorados nas boas descidas de Yeferson Soteldo e Lucas Braga pelo lado esquerdo. Já pelo lado direito, era Marinho quem dominava, porém tinha dificuldades para jogar, já que os Xeneizes dobravam a marcação para cima do atacante.

Panorama igual

A partida no segundo tempo seguia como no primeiro tempo, o Boca Juniors voltou melhor e o Santos seguia tendo problemas na criação de jogadas.

A equipe santista teve dois momentos ao seu favor: o primeiro com o camisa 11, que recebeu com liberdade em cruzamento pela esquerda, apagou a bola, mas chegou mascado e a bola foi fraca para a defesa do goleiro Andrada. Na sequência, Kaio Jorge recebeu passe em ótima condição na entrada da área, de frente para o gol, com liberdade, mas levou embaixo e mandou por cima do gol.

Foi pênalti ou não?

Aos 30 minutos, Alison deu bote no meio-campo, destruiu a criação de jogadas dos argentinos, tabelou com Sandry, que acionou Marinho, que acabou sendo derrubado por Izquierdoz. O árbitro Roberto Tobar, não foi ver no VAR e não deu a penalidade para os santistas, que reclamaram muito.

Jogo de volta

As equipes se enfrentam na próxima quarta-feira (13), na Vila Belmiro, às 19h15. O vencedor do confronto estará na grande final no dia 30 de janeiro, no Maracanã. Caso a partida termine empatada com gols, Boca se classifica. Já em um novo empate sem gols leva a decisão para os pênaltis

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.