As restrições de viagem que foram impostas pela pandemia de Covid-19 parecem ter verdadeiramente terminado. A cada dia, milhares de brasileiros consultam a internet na busca por pacotes de viagem e passagens para diversos destinos internacionais. A expectativa destes brasileiros é enveredar-se rapidamente por roteiros turísticos após dois anos de refreamento.

Dados de mercado corroboram tal fato. De acordo com a ferramenta Google Trends, por exemplo, as pesquisas com a expressão “pacote viagem europa” realizadas no Google neste mês de março já cresceram 909% quando comparada com a demanda de março do ano anterior.

Esse crescimento tem outras motivações. Na maioria expressiva dos países a entrada de estrangeiros já não exige a aplicação de testes. De igual modo, os formulários e comprovantes, bem como as quarentenas foram descartadas em inúmeros países. No entanto, os viajantes que partem para o exterior são aconselhados pelos diversos órgãos e governos a verificar as regras locais sobre a Covid-19 em seus destinos.

Faz mais de dois anos desde que o mundo, de uma forma geral, fechou fronteiras e estabeleceu protocolos contra a Covid-19, após a declaração da Organização Mundial da Saúde sobre a realidade e dimensão da pandemia. Com o fechamento em todo o planeta, o turismo internacional enfrentou uma das maiores crises da história. Agora, com a redução drástica do número de infectados e de mortos, acompanhada das liberações de circulação e acesso nas Américas e na Europa, o turismo vive um momento de retomada.

Se a contagem de novos casos e as hospitalizações permanecerem estáveis ou em queda nas próximas semanas, as restrições comerciais, inevitavelmente, serão suspensas. Isso inclui destravamentos nos limites de capacidade, no distanciamento físico, na comprovação dos requisitos de vacinação e das máscaras obrigatórias.

Ricardo Mendonça, diretor da Next Seguro Viagem – empresa paulistana especializada na venda de seguro viagem – destaca que “a remoção das restrições não representa de modo algum o desaparecimento da Covid-19. O vírus permanecerá, porém, as vacinas e medicamentos, somados à imunidade desenvolvida, garantirá uma convivência com o vírus”.

Mendonça ressalta ainda que “os viajantes querem urgentemente voltar a experimentar destinos no exterior, porém estão muito mais atentos e cientes da necessidade de proteção e segurança com a saúde durante as viagens. Por isso, temos presenciado um importante aumento nas contratações de apólices de seguro viagem com cobertura para Covid-19 nas últimas semanas”.

As viagens nacionais também tiveram salto de crescimento em 2022. Dados divulgados em fevereiro pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) demonstram que o faturamento das empresas nacionais do setor do turismo atingiu R$ 15,3 bilhões em janeiro deste ano. Isso representa 22,9% a mais do que o registrado no mesmo mês em 2021.