O uso de tecnologias na área da saúde é uma realidade que ganha força a cada dia. De acordo com o relatório “Perspectivas Globais do Setor da Saúde 2021”, divulgado pela Deloitte, que entrevistou 1800 médicos e enfermeiros da União Europeia, mais de 60% afirmam o aumento da adoção de tecnologias digitais no dia a dia de trabalho. Além disso, 64,3% dos entrevistados relatam crescimento no uso de tecnologias digitais para oferecer suporte virtual e formas de envolvimento com os pacientes. 

No Brasil, o uso de ferramentas tecnológicas também está presente na rotina de clínicas e consultórios médicos como aliadas no atendimento e na gestão de processos internos. Para ter uma ideia, em 2020, a Associação Paulista de Medicina (APM) divulgou que 65,19% dos médicos se comunicavam com pacientes via aplicativos de mensagem. A pesquisa, que entrevistou 2,2 mil profissionais brasileiros, de 55 especialidades, colocou o WhatsApp como principal ferramenta de comunicação entre médicos e pacientes. 

Mas para tornar esse canal de contato mais eficiente e seguro, muitos profissionais da saúde passaram a investir na integração do WhatsApp com softwares de gestão, garantindo mais eficiência e segurança na troca de informações com pacientes e conquistando benefícios para os negócios. 

De acordo com  André L. Forchesatto, CEO do Clínica nas Nuvens, sistema online para clínicas e consultórios com mais de 12 mil usuários, hoje muitos profissionais optam por um software médico pelas vantagens oferecidas para a rotina de trabalho. “Muitos softwares oferecem soluções eficientes e que facilitam o trabalho de médicos. Entre esses benefícios, podemos citar a opção de enviar lembretes aos pacientes sobre as consultas marcadas. Isso, de forma automatizada e integrada ao WhatsApp. A consequência, em muitos casos, é a redução no número de pacientes que faltam às consultas por esquecimento”, explica.  

Malcolm Roberts Gunsch de Luca, gestor da Soma Saúde, de Uberlândia (MG), já utiliza essa integração em sua clínica e afirma que unir o WhatsApp ao sistema de gestão proporcionou um atendimento diferenciado. “As perdas de consulta diminuíram por conta das confirmações feitas automaticamente pelo WhatsApp e tivemos uma interação melhor com os pacientes, o que nos permitiu um maior ganho de produtividade”, comenta. 

Outro benefício que a integração do WhatsApp com um software de gestão oferece, segundo André L. Forchesatto, é o de contribuir no desenvolvimento de um relacionamento mais humanizado. “Com o uso dessa tecnologia é possível enviar mensagens parabenizando os pacientes pelos seus aniversários, também de forma automatizada. Assim, fica mais fácil criar uma relação próxima e, ao mesmo tempo, ajuda no processo de fidelização”, pontua.

Além da integração ao WhatsApp, para facilitar a comunicação com pacientes, também é possível utilizar um sistema de gestão para ter acesso a outras tecnologias que vêm ganhando força na rotina de profissionais da saúde, como os prontuários eletrônicos e a telemedicina.

Ainda segundo pesquisa da APM, com base em 892 respostas, o prontuário eletrônico é uma tecnologia utilizada no cotidiano de 48,10% dos profissionais da saúde. Os programas de gerenciamento de consultório fazem parte da rotina de 18,40%. 

Já a telemedicina, apenas na primeira semana de janeiro de 2022, foi utilizada no atendimento de mais de 50 mil pessoas, de acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Telemedicina e Saúde Digital. 

“Hoje, os softwares médicos oferecem diversas possibilidades para facilitar a rotina de clínicas médicas e de seus profissionais e o melhor é que tudo pode ser integrado em um único lugar. Dessa forma, o profissional da saúde pode realizar consultas a distância, por meio da telemedicina e, ao mesmo tempo, fazer toda a gestão da clínica com uso das ferramentas de prontuário eletrônico, agenda digital, controle de caixa, entre outras”, complementa o CEO do Clínica nas Nuvens, André L. Forchesatto. 

Segurança dos dados de pacientes 

Após entrar em vigor a Lei Geral de Proteção de Dados, em agosto de 2021, tornou-se ainda mais importante garantir a segurança dos dados dos pacientes. De acordo com levantamento da legaltech Seusdados, divulgado pela Forbess em 2022, o setor de saúde é líder em capacidade da adaptação e enquadramento à LGPD

Isso ressalta a importância de contar com softwares de gestão, principalmente aqueles que oferecem suporte na nuvem, garantindo mais segurança na troca de informações entre pacientes e médicos e também na gestão diárias de clínicas médicas. 

Segundo pesquisa feita pela Accenture em 2020, 97% dos líderes do setor da saúde estão utilizando recursos baseados em nuvem. Entre os benefícios que eles buscam alcançar com essa tecnologia, 60% citaram o aumento da segurança. 

“Quando um software de gestão é utilizado, a segurança dos arquivos e dados é maior, pois com esse sistema todas as informações, desde conversas com pacientes, até prontuários, ficam arquivadas na nuvem. Além disso, um software de gestão utiliza criptografia e certificado SSL, além de rotinas de backup automatizadas, que são executadas diariamente”, reforça André L. Forchesatto, CEO do Clínica nas Nuvens.

Independente de qual seja a área de saúde, o uso de softwares médicos é uma importante maneira de modernizar a forma de gestão da clínica e inovar o atendimento. Em um tempo onde a tecnologia já faz parte da rotina de milhares de empresas ao redor do mundo, investir em ferramentas que facilitam processos é uma ótima decisão.