ESPORTESNET

No último final de semana, a Race Cup esteve no Autódromo de Interlagos para a realização da quinta etapa da temporada de 2023. Diferentemente das corridas anteriores, a categoria esteve na pista na sexta-feira à noite e no sábado para a realização de suas disputas, o que tornou o desafio ainda maior em virtude da questão visual e climática.

Durante os treinos, os pilotos buscaram acertar seus carros e já demonstraram uma prévia do que seriam as corridas. A Pole Position da categoria Super ficou com o Carlos Griecco #3, com o tempo de 2:17.526; na categoria Master, Zequinha #16 marcou o tempo de 2:16.890; e na categoria Pro, Marcelo Torrão #77 anotou o tempo de 2:16.738, sendo também o pole na geral.

Originalmente, a primeira corrida era para acontecer próximo das 17 horas da tarde de sábado, mas alguns contratempos fizeram com que o horário de início fosse atrasado. Quando os carros foram para a pista, a noite já havia caído em Interlagos.

Disputas entre os pilotos e alguns acidentes deram o tom da corrida. Ultrapassagens e uma chegada apertada que culminou na vitória de Carlos Griecco #3, que levou menos de três décimos de segundo de vantagem para Vitor Lombardi #1. Apesar de serem de categorias diferentes, os pilotos protagonizaram a disputa pela primeira posição geral. O vencedor da primeira corrida disse: “Não poderia ser um dia mais incrível! Hoje é um dia especial para mim pois estou debutando 1 ano exatamente de começar a correr. Foi há 1 ano atrás que comecei a me envolver aqui no Paulista… Cautela aqui era uma palavra de ordem. Cada volta era uma volta diferente”, Carlos Griecco #3.

O piloto Jean Teixeira teve que abandonar a corrida: “Existem corridas que trazem lições para cada um de nós, e tem etapas que não são para nós. Corri, fiz o meu melhor, e quem me conhece sabe disso. Hoje o melhor é estar aqui com a minha família, meus amigos, me divertindo e tendo esses momentos que são únicos, e quero destacar que esse é o melhor final de semana que eu tive na categoria, mesmo batendo e tendo diversos problemas”, Jean Teixeira #12.

E o piloto Diogo de Carvalho também falou sobre sua participação: “Minha primeira de noite e minha primeira de chuva. Eu estava mais brigando com o próprio carro do que com o restante do grid… O objetivo é brigar com os primeiros, mas ficar no meio da tabela é importante nesse momento do campeonato.”, Diogo de Carvalho #00

O resultado final da primeira corrida:

Race Cup Pro

1° #1 Vitor Lombardi

2° #128 Alexandre Dante

3° #77 Marcelo Torrão

 

Race Cup Super

1° #3 Carlos Griecco

2° #7 Samuel Orige

3° #99 Guilherme Valeck

4° #179 Daniel Bender

5° #00 Diogo Carvalho

#5 Beto Rodrigues

7° #22 Luiz Penha

 

Race Cup Master

1° #16 Zequinha

2° #6 Nobuyuki Yamamoto

3° #153 Ricardo Diniz

4° #4 Guilherme Ruas/Ricardo

5° #23 Rodrigo Detilio

6° #11 Fabrisio Leite

7° #12 Jean Teixeira

 

A segunda corrida teve condições de pista ainda mais complicadas pois o traçado estava bem úmido, o que dificultou a vida dos pilotos. Mais uma vez, apesar da baixa visão, os pilotos mostraram o quanto a categoria está equilibrada.

Griecco também marcou presença no pódio na segunda corrida da categoria Super. E na geral, a vitória da segunda corrida ficou com Vitor Lombardi #1; na segunda colocação, Guilherme Valeck #99 levou apenas 29 milésimos de segundo sobre Marcelo Torrão #77, que cruzou a linha de chegada na terceira colocação.

A classificação final da segunda corrida também dividida por categorias:

Race Cup Pro

1° #1 Vitor Lombardi

2° #77 Marcelo Torrão

3° #128 Alexandre Dante

4° #15 Bruno Almeida

 

Race Cup Super

1° #99 Guilherme Valeck

2° #3 Carlos Griecco

3° #7 Samuel Orige

4° #179 Daniel Bender

5° #00 Diogo Carvalho

6° #5 Beto Rodrigues

7° #22 Luiz Penha

 

Race Cup Master

1° #16 Zequinha

2° #6 Nobuyuki Yamamoto

3° #4 Guilherme Ruas/Ricardo

4° #153 Ricardo Diniz

5° #23 Rodrigo Detilio

6° #11 Fabrisio Leite

7° #12 Jean Teixeira

 

A categoria voltará a se reunir nos dias 25, 26 e 27 de agosto, em Velocitta.