As atividades logísticas sempre foram, de modo geral, desempenhadas por homens, seja em cargos operacionais ou de liderança. Mas, nos últimos anos, assim como em outros setores da economia, a participação das mulheres vem ganhando cada vez mais espaço.

De acordo com um estudo publicado na última edição da Transport Logistic, divulgado em 2021, houve um crescimento de 20% na contratação de mulheres no setor logístico dentro de grandes empresas mundiais.

“Falar de mulher na Logística, sempre foi um tema com resistência. A mulher passou a conquistar cargos altos e de boa visibilidade. Cada empresa tem sua particularidade com o tipo de produto com o qual trabalha, e as demandas dos clientes. Um dos grandes desafios na Logística também é a dificuldade para contratar profissionais devido às condições de trabalho e aos salários pouco atraentes”, afirma Maria Helena de Lima, Gerente de importação e exportação da Windlog, empresa especialista em logística.

Segundo pesquisa divulgada pela plataforma de recrutamento Gupy, houve um crescimento de 229% em 2020 no volume de contratação de mulheres no setor logístico indicando tendência de crescimento e de oportunidades para elas.

“Acho muito importante ter mulheres no setor logístico, porque é uma atividade que requer muito talento para trabalhar em equipes, gerenciar conflitos e resolver desafios. Eu me sinto uma pessoa abençoada. Nunca tive nenhuma dificuldade na minha atuação”, explica Linda Kuriki, Gerente de Feiras Internacionais da Windlog.

Entre as principais atividades que as mulheres realizam no setor, estão aquelas relacionadas com funções mais estratégicas e menos operacionais. Parte disso está ligada às mudanças nas culturas organizacionais das empresas e também na conscientização da sociedade como um todo.

A mudança no mercado de trabalho proporcionou a maior participação de mulheres na logística. Novas oportunidades surgiram para que as mulheres pudessem desenvolver seu profissionalismo com liderança e respeito.” Eu me sinto muito privilegiada, e não tenho dificuldade alguma em exercer este cargo, uma boa liderança é importante para apoiar a equipe a caminhar rumo ao sucesso”, diz Maria Helena.

O equilíbrio entre o trabalho feminino e masculino é um desafio diário. É preciso, principalmente, que as empresas tenham uma mudança de cultura organizacional em suas estruturas para que as profissionais também conquistem seus espaços. Este é o caso da Windlog, que proporciona oportunidades no setor para mulheres. Atualmente, elas estão em cargos estratégicos, incluindo gerências e diretorias.

“Quero parabenizar todas as mulheres, porque somos guerreiras e conseguimos equilibrar a vida pessoal e profissional. Não precisamos de um dia especial para sermos lembradas. As mulheres são corajosas, aceitam qualquer desafio, são detalhistas e sensíveis. Parabéns para nós todos os dias”, finaliza Linda.