O mercado B2B tem como principal característica o marketing de relacionamento, alcançado através de ações de relacionamento, como eventos. Nas suas mais variadas formas. Análises recentes feitas por algumas empresas indicam que, com o trabalho híbrido, o segmento de eventos com a criação de softwares e plataformas que englobam o físico e o digital, irá alcançar uma onda de crescimento sem precedentes.

O espaço de trabalho híbrido e a crescente necessidade das empresas em otimizar custos de viagem num cenário pós pandemia, além da crise mundial inflacionária gerada pela guerra da Rússia com a Ucrânia, auxilia ainda mais a necessidade de corte de custos com viagens. Um recente levantamento feito pela Global Business Travel Association (GBTA), confirma algumas incertezas no que diz respeito às viagens internacionais. 72% dos entrevistados na pesquisa afirmaram haver requisitos rigorosos internos em suas empresas, em especial para viagens internacionais. Um em cada 5 empresas reportaram que o nível de viagens permanece o mesmo de 2021.

Os eventos virtuais e híbridos deverão crescer 11 vezes até 2025, de acordo com o estudo da Frost & Sullivan “Os eventos híbridos proporcionam e escalam a participação de várias pessoas na empresa.  Antes da pandemia, a presença em eventos para adquirir conhecimento e fazer networking era restrito a um grupo de pessoas dentro da corporação, pois sempre envolvia custos, seja em viagem, seja no ticket de entrada”, menciona Monica Lau, sócia-fundadora da Hator Marketing, empresa de marketing voltada para o segmento B2B.

Os negócios continuarão investindo em webinars e eventos virtuais, incorporando tecnologias hoje já disponíveis – e inexistentes em 2020 – de acordo com o mesmo estudo da Frost, transformando eventos mais frequentes e com menor duração, porém incluindo mais interatividade aos participantes. As empresas continuarão investindo em tecnologias com um crescimento de até 23% entre 2020 e 2025, diz o levantamento da empresa.

“As tecnologias atuais para eventos disponibilizam uma série de atividades interativas para o usuário, além de dados analíticos, que ajudam a empresa e mensurar melhor e com mais assertividade, o conteúdo, participação, entre outros fatores. Os times de marketing poderão enviar relatórios mais precisos com essas facilidades”, finaliza Monica Lau.