Em uma era de constante busca pela sustentabilidade, tanto pelas pessoas como pelas empresas, a utilização de materiais ecologicamente corretos e que gerem economia de recursos é algo que vem a calhar. Na construção civil, os sistemas construtivos e soluções em EPS (poliestireno expandido ou “isopor”, como popularmente conhecido) são uma novidade no Brasil. Eles começam a estar presentes em casas de diferentes padrões em várias cidades pelo Brasil, em paredes (Monopainel), escadas e molduras até telhados, lajotas, placas, forros e fechamentos de shaft. 

“O EPS reduz a geração de descartes na obra e é 100% reciclável. Por isso, ele minimiza a degradação do meio ambiente. O material é leve e resistente. Assim, o profissional consegue instalá-lo sem dificuldade, em poucas horas”, aponta Denilson Rodrigues, Engenheiro do Grupo Isorecort.

Material composto de 98% de ar e apenas 2% de poliestireno, o EPS é produzido e recortado pelo Grupo em diferentes medidas de acordo com as necessidades do cliente, dando forma a uma variedade de soluções para projetos residenciais e comerciais. Trata-se de uma alternativa segura e sustentável, que reduz em aproximadamente 30% os custos finais da obra, sendo um terço mais rápida de se executar, além de apresentar as características de conforto térmico e de proteção contra a propagação de fogo, por ter aditivo antichamas.

Casas sustentáveis em EPS 

Utilizado há muitos anos na construção de casas, comércios e indústrias nos Estados Unidos e em diferentes países europeus e asiáticos, a adoção dos sistemas construtivos em EPS tem ganhado popularidade no Brasil com as chamadas “casas de isopor”, que já estão presentes nas cidades de Caraguatatuba (SP), Engenheiro Coelho (SP), Ourinhos (SP), Paraguaçu Paulista (SP), Pirassununga (SP), São Carlos (SP), São Bernardo do Campo (SP), Vinhedo (SP), São José do Rio Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Alfenas (MG), Cambuí (MG) e Varginha (MG), entre várias outras.

Descarte correto e logística reversa

Com mais de 15 anos de atuação, o Grupo Isorecort tem como política de trabalho o compromisso com o meio ambiente, ao recolher e reciclar, durante o processo de fabricação de seus produtos, todas as sobras da própria indústria, não gerando descarte de resíduos.

A empresa implementou um sistema de logística reversa junto aos seus clientes, cooperativas credenciadas e parceiros, promovendo a conscientização ambiental e o reaproveitamento do material, e é apoiadora do “Programa Isopor Amigo”, uma iniciativa que promove a sensibilização para o descarte correto de EPS e ajuda organizações no engajamento dos colaboradores para a destinação correta deste material.