ESPORTESNET

A Cúpula Global: Alcance qualquer coisa (Achieve Anything: Global Summit) aconteceu entre os dias 9, 10 e 11 de maio, em Londres. O Encontro é resultado da parceria entre as Fundações Cochlear e Malala, que se reuniram para reforçar a importância do acesso precoce aos cuidados da saúde auditiva.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, 34 milhões de crianças vivem com perda auditiva incapacitante, e muitas não recebem cuidados de saúde auditiva e apoio. Isso pode levar a menor desempenho escolar, maior risco de abandono escolar e menor probabilidade de acesso ao ensino superior. Já no Brasil, estima-se haver mais de 10 milhões de pessoas com algum tipo de perda auditiva e quase 20 mil implantados.

Cinco jovens surdos de diferentes países, dentre eles a atleta brasileira Mariana de Mello, se reuniram para compartilhar suas histórias na primeira Cúpula Global realizada pela Cochlear Foundation. O evento contou com a participação de diversos defensores da perda auditiva, como a ativista Malala Yousafzai, mais jovem ganhadora do Prêmio Nobel de todos os tempos; o jornalista Lewis Vaughan Jones (BBC e CNN); a nadadora e paralímpica Suzanna Hext; Anita Grover, CEO da AVUK (Auditory Verbal UK), instituição que fornece apoio e terapia para crianças surdas e suas famílias; e o modelo e designer 3D Qais Khan.

Por meio de workshops e atividades, os jovens tiveram a oportunidade de compartilhar os desafios que vivenciaram ao longo da própria jornada. Selecionados para serem embaixadores da Fundação Cochlear, o encontro também foi marcado por emoção e fortalecimento da luta envolvendo o acesso à saúde, como diagnóstico precoce e acompanhamento de qualidade. 

Um dos destaques da programação foi o encontro dos jovens embaixadores com a ativista Malala Yousafzai. A sessão permitiu que cada participante compartilhasse sua história pessoalmente com a ganhadora do Prêmio Nobel da Paz. Empolgada para conhecer uma de suas maiores inspirações, a embaixadora representante do Brasil, Mariana de Mello, não conteve a emoção com a chegada de Malala. “Eu nunca imaginei que eu pudesse vivenciar algo tão grandioso. Quando vi a Malala meus olhos se encheram de lágrimas. Ela, muito empática, veio até mim e me abraçou. Todos que estavam presentes se emocionaram com esse gesto” – relembra Mariana. A brasileira ainda preparou um presente para demonstrar a admiração pela ativista: um livro feito à mão, contanto sobre sua trajetória com fotos e escrito em inglês.

Para Mariana, ser embaixadora de um evento como esse foi algo extraordinário e inesquecível. “Compartilhar minha história foi uma experiência única. Tive a chance de aprender com outros embaixadores e conhecer seus valores de vida e como eles enfrentam os desafios da perda auditiva”, conta ela.

Após as trocas e reflexões sobre o encontro com Malala, a rede de defesa da audição CIICA (Cochlear Implant International Community of Action), elaborou uma Declaração Global sobre a perda auditiva para crianças e jovens. O documento, que teve sugestões dos embaixadores, é um material baseado nas recomendações do Relatório Mundial sobre Audição da Organização Mundial da Saúde, que destaca a urgência da saúde auditiva ser priorizada pelos governos e pela sociedade.

Quem são os cinco jovens participantes da Cúpula Global?

A Cochlear Foundation selecionou os cinco jovens para participar do Encontro como parte de seu programa “Achieve anything”. Eles foram escolhidos por poderem, com suas trajetórias de conquistas pessoais, inspirar outras pessoas com perda auditiva a realizar seu potencial. Mais de 160 jovens de 35 países compartilharam suas histórias no programa.

Entre os selecionados está a médica indiana Mahrukh Zaidi, de 24 anos, que deseja inspirar outras crianças com perda auditiva a seguir carreiras na medicina; o estudante norte-americano Theo Valles, 15 anos, que se destaca em várias atividades escolares e esportivas; Rose Paynl, modelo e fotógrafa de moda francesa de 22 anos, que tem ajudado a aumentar a conscientização sobre a surdez ao posar com implantes; a estudante britânica Ava Pearson, de 15 anos, que tem protagonizado várias peças de mídia nas quais enfatiza a necessidade de todas as crianças surdas terem apoio precoce e eficaz; e a jovem nadadora catarinense Mariana de Mello.

Sobre a Fundação Cochlear

A Cochlear Foundation é uma organização sem fins lucrativos de saúde auditiva, apoiada pela Cochlear, que tem como propósito aumentar a conscientização sobre a perda auditiva e ajudar mais pessoas em todo o mundo a acessar o tratamento auditivo. Lutam por um mundo onde qualquer pessoa, em qualquer lugar com perda auditiva, possa viver uma vida cheia de oportunidades.

Para alcançar este objetivo, a Cochlear Foundation avança na pesquisa em tratamento auditivo, incentiva o desenvolvimento das habilidades de profissionais da saúde e apoia os esforços da comunidade em direção à inclusão.

%d blogueiros gostam disto: