Recife, PE 29/9/2021 – Somente no Brasil, são 10,7 milhões de pessoas com deficiência auditiva em diferentes grausJovem conheceu a sede do time, vestiu a camisa e trocou alguns passes no estádio

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), há cerca de 500 milhões de surdos no mundo, sendo que até 2050 esse número aumentará para 1 bilhão. Somente no Brasil, são 10,7 milhões de pessoas com deficiência auditiva em diferentes graus, segundo pesquisa do Instituto Locomotiva e a Semana da Acessibilidade Surda. Há diversos motivos para a surdez, sendo que com o envelhecimento do corpo é natural algum tipo de perda da audição. Isso é um dado importante uma vez que a expectativa de vida do brasileiro é de 76,6 anos, aponta o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Contudo, a surdez não é exclusividade dos idosos, como no caso do jovem João Victor, de Caruaru, em Pernambuco. Ele é um adolescente de 12 anos fanático por futebol, especialmente pelo time Sport Club Recife. Em setembro, considerado o mês da visibilidade surda, ele teve um de seus sonhos realizados: conhecer a Ilha do Retiro, sede do time. Acompanhado de um intérprete de Libras e do pai, Wellington, ex-jogador de futebol, João Victor conheceu histórias, funcionários e vestiu a camisa rubro-negra para dar alguns passes no campo.

Experiências como essa no mês da visibilidade surda reforçam a necessidade de os esportes estarem adaptados a todas as pessoas e as suas necessidades, contribuindo para tornar os campos e o lado de fora dos estádios espaços mais inclusivos. A pesquisa do Instituto Locomotiva reforça justamente isso ao apontar que dois em cada três brasileiros com surdez afirmam dificuldade em atividades cotidianas, com menos oportunidades para estudar, trabalhar e de lazer. A visita de João Victor faz parte de uma ação da campanha “Seu sonho de Leão”, organizada pelo clube e pelo patrocinador Cartão de TODOS Esportes, que buscará realizar sonhos dos torcedores do time.

Website: https://cartaodetodos.com.br/esportes

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.