Torneio será realizado a partir do dia 27 deste mês em Moscou. Time precisa arrecadar R$ 70 mil para despesas com passagem, exames de PCR e seguro. Torcedores já doaram R$ 19 mil

Sem patrocinador máster e contando apenas com algumas empresas apoiadoras, o Vasco aposta numa vaquinha virtual lançada no último dia 28 de setembro para chegar o montante. As ajudas estão sendo recebidas através da chave PIX [email protected] Até este sábado, a equipe havia arrecadado R$ 19 mil.

Segundo Catarino, defensor do Vasco e da seleção brasileira, o capital levantado na vaquinha será utilizado nos gastos com passagem, exames de PCR para jogadores e demais integrantes da delegação e seguro de viagem para os mesmos. A iniciativa de buscar ajuda partiu de um torcedor.

– Quem teve a ideia de criar a vaquinha foi o Zé Colmeia (Fernando lima, torcedor influente nas redes sociais). Enquanto isso, nós jogadores vamos ajudando ao clube com amor. Recebi propostas para jogar no Spartak (Rússia) e Tokyo Verdy (Japão), mas não consigo me ver jogando contra o meu time – disse o defensor, que jogou o último Mundial pela seleção brasileira em agosto, na mesma Rússia.

Atual terceiro lugar no ranking de melhores clubes do mundo da Beach Soccer Worldwide (BSWW), o Vasco não disputa o Mundialito de Clubes desde 2015, quando perdeu a final para o Barcelona, no Rio. O time da Colina, aliás, foi o campeão da primeira edição do torneio, realizada em 2011, na Represa de Guarapiranga, São Paulo.

Esta será a oitava edição do Mundialito, que não aconteceu nos anos de 2014, 2016 e 2018. Pelo terceiro ano seguido, o torneio será na Rússia, sendo que nas cinco primeiras edições, a competição foi jogada no Brasil.

Além do Vasco, apenas o Corinthians levantou o caneco do Mundialito dentre as equipes brasileiras – o feito aconteceu em 2013. Em 2020, o representante do país foi o Flamengo, que caiu na fase de grupos.

Para 2021, estão inscritos, além do Vasco: Spartak (Rússia), Lokomotiv (Rússia), SC Braga (Portugal), Levante (Espanha), Tokyo Verdy (Japão), Dinamo Minsk (Belarurs) e Nacional (Paraguai).

Histórico do Mundialito de Clubes

  1. 2011 – Campeão: Vasco; vice: Sporting-POR
  2. 2012 – Campeão: Lokomotiv-RUS; vice: Flamengo
  3. 2013 – Campeão: Corinthians; vice: Flamengo
  4. 2015 – Campeão: Barcelona; vice: Vasco
  5. 2017 – Campeão: Lokomotiv-RUS; vice: Pars Jonoubi-IRN
  6. 2019 – Campeão: Braga-POR; vice: Catânia-ITA
  7. 2020 – Campeão: Braga-POR; vice: Spartak-RUS

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.