Apenas em Belo Horizonte não há liberação para a torcida

Vai ter torcida! Um acordo entre as equipes que disputam a Superliga masculina 2021/2022, firmado nesta quarta-feira, permite que a competição comece com público na maioria das partidas. Para garantir a igualdade entre os times, a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) estabeleceu que a presença de torcedores só seria permitida com a liberação das autoridades de todas as cidades-sede. No momento, apenas Belo Horizonte, onde o Fiat/Gerdau/Minas disputa suas partidas, não autorizou a presença de público nos eventos esportivos.

Porém, o clube mineiro informou oficialmente à CBV que concorda com a liberação de torcedores nos jogos das outras equipes, com a condição de que suas partidas, como mandante ou visitante, permaneçam com a arquibancada vazia enquanto a restrição em Belo Horizonte for válida. Todas as demais equipes concordaram com a proposta.

A quantidade de público nos jogos que não contarem com a participação do Fiat/Gerdau/Minas seguirá o menor percentual de liberação entre as cidades-sede – no momento, Montes Claros (MG), com autorização para ocupação de 25% da capacidade do ginásio. Todos os jogos da Superliga seguirão um protocolo de segurança elaborado pela CBV.

Para acesso aos ginásios, o torcedor deverá apresentar comprovação oficial de vacinação plena ou teste RT-PCR negativo realizado até 72 horas antes da partida/teste de antígeno negativo realizado até 24 horas antes da partida. Na entrada do ginásio haverá aferição de temperatura corporal e o uso de máscara será obrigatório durante todo o evento. Os clubes têm a responsabilidade e cumprir o protocolo de segurança e as exigências sanitárias de cada município.

A competição começa com Montes Claros América x Brasília, no dia 23, às 17h, no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros. O Canal Vôlei Brasil transmite ao vivo.

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.