Com caras novas, seleção olímpica confirma fama de favorita

Após um bom começo nos Jogos Olímpicos, com uma vitória convincente na estreia contra a forte seleção alemã, e um empate em 0 x 0 contra a Costa do Marfim. A Seleção Olímpica comandada por André Jardine dispara como uma das favoritas a conquistar a medalha de ouro nos jogos olímpicos.

Bom começo

Já na estreia dos Jogos Olímpicos, uma triunfo por 4 x 2 contra a sempre forte seleção da Alemanha. Com Show de Richarlison que marcou nada menos que três gols no duelo e outro de Paulinho. Já no jogo deste domingo, (25), contra a Costa do Marfim empate em 0 x 0, porém com o jogo sobre controle, sendo que a Seleção Olímpica jogou boia parte do jogo com um jogador a menos após a expulsão do volante Douglas Luiz, antes dos 15 minutos do primeiro tempo.

Time com caras novas

Apesar de ter como um dos líderes Daniel Alves. Contudo, figuram ainda jogadores, que a princípio, não eram figurinhas carimbadas nas convocações da seleção principal. Como de Matheus Cunha (Hertha Berlim), Gabriel Martinelli (Arsenal) e Paulinho (Bayern Leverkusen), que até então, vem fazendo boas partidas. Outros nomes já conhecidos, não só no futebol nacional, como também no continente europeu e são figurinhas frequentes no time de Tite. E que vem fazendo um bom trabalho nos jogos olímpicos até então, como o caso de Richarlison e Douglas Luiz.

Futuro nos jogos olímpicos

Na liderança do grupo D dos jogos olímpicos com quatro pontos, a seleção encerra a participação na fase de grupos nesta quarta, (28), contra a seleção da Arábia Saudita as 5:30 (horário de Brasília). Precisando apenas de um empate simples para passar de fase, e assim, seguir firme no sonho do bicampeonato dos jogos olímpicos.

Eduardo Rodrigues, analista de de desempenho, jornalista esportivo e educador físico (edurodrigues96)

Foto destaque: Lucas Figueiredo/CBF

Deixe seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.