Reforço do Botafogo, Honda treina a seleção do Camboja

Reforço do Botafogo, Honda treina a seleção do Camboja

31/01/2020 0 Por Lucas Castro

Meia divide-se entre as atividades de jogador e treinador desde 2018

O meia japonês Keisuke Honda, anunciado nessa sexta-feira, 31, como reforço do Botafogo, há pouco mais de um ano divide-se entre a profissão de jogador e a de treinador de futebol, já que o ex-camisa 10 da seleção nipônica tem trabalhado como voluntário na incipiente seleção do Camboja.

Jogador-Treinador

O atleta de 33 anos aceitou o cargo de treinador-manager em 2018 quando atuava pelo Melbourne Victory, da Austrália, dedicando-se aos compromissos da seleção asiática apenas nas data FIFA.

Com Honda, o Camboja conseguiu sua primeira vitória desde 2002, um 1-0 sobre Laos, mas o futebol local ainda passa longe de ter alguma força.

Na seleção, o japonês conta com a ajuda de Félix Dalmás, ex-jogador argentino que é quem carrega oficialmente o cargo de comandante da equipe, e quem aplica os treinamentos.

Histórico

Keisuke Honda começou no Nagoya Grampus, passou pela Holanda, mas foi no CSKA, da Rússia, que ganhou projeção que o levou a ser contratado pelo Milan com algum destaque.

No entanto, após altos e baixos, o meia acertou com o Pachuca, do México. Após a Copa do Mundo de 2018, Honda se aposentou da seleção nacional. Aém disso, passou rapidamente por Melbourne Victory da Austrália e Vitesse, da Holanda.

Me dá uma vaga

O novo reforço do Botafogo ganhou manchetes na mídia no ano passado, quando “se ofereceu” para jogar no Manchester United pelo seu próprio twitter.