Pode colocar a faixa no Flamengo

Pode colocar a faixa no Flamengo

Flamengo não diminui ritmo, vence clássico, vê rivais mais longe e já tem 97% de dizer: É Campeão

Não é só uma questão matemática, mas sim futebolística.

O título do Flamengo é algo tão difícil de se dizer o contrário pelo futebol praticado pelo clube.

Quando a fórmula, administração coerente, boas contratações, boa comissão técnica e torcida se juntam o resultado é praticamente inevitável.

O Flamengo 2019 está apagando a imagem dos últimos anos, daquele clube zoneado, que contratava por DVD, por indicação do amigo, do amigo do meu amigo.

O Flamengo planejou seus passos, milimetricamente, contratou pensando em desempenho, mas de olho no marketing, pesquisou treinadores que pudessem fazer as peças andarem, achou Jorge Jesus.

Ele não é um Midas, tão pouco o maior gênio do futebol mundial. Não trouxe nenhuma fórmula mágica.

Mas é um treinador que se propõe a aplicar o que conhece, aproveitando o elenco em suas capacidades plenas.

Sem nenhuma tática milaborante, Jesus consegue aproveitar os jogadores em sua essência, fazendo do Flamengo um adversário temido.

Não há o que discutir, o Flamengo, salvo só se acontecer uma hecatombe, será o campeão brasileiro.

Os adversários tropeçam

Na caça ao rubronegro os adversários mais próximos vacilam rodada a rodada.

O Palmeiras, o que supostamente teria mais condições se perdeu.

Felipão é um ícone do clube, mas não soube conduzir a máquina alviverde e ainda faltou coerência do diálogo dele com a diretoria, resultando em péssimas contratações.

Mano Menezes chegou, nada mudou. Estatisticamente o elenco faz uma boa campanha.

Mano Menezes

Mas na prática, o futebol palestrino é pobre e limitado. Taticamente o esquema palmeirense não ajuda o trabalho de jogadores como Dudu.

O elenco verde de 2019 não lembra em nada o equilibrado time campeão em 2018.

O desequilibrado elenco deixou mais evidente a “Dudu dependência” e levou Alexandre Matos a uma situação quase que insustentável na política alviverde.

O que dizer do querido Santos de Sampaoli?

O Santos faz um bom trabalho, possui uma equipe interessante, mas não tem elenco.

O elenco santista é limitado, não tem como suportar a maratona que é um Campeonato Brasileiro.

Logo, quando as lesões e suspensões chegam, fica mais clara a distância do elenco santista de Flamengo e Palmeiras.

Classificação do Brasileirão até 20/10/2019