Balotelli sofre com racismo em jogo do Italiano e escancara impunidade

Balotelli sofre com racismo em jogo do Italiano e escancara impunidade

03/11/2019 0 Por Lucas Castro

Atacante ameaçou sair do jogo, mas continuou em campo e fez golaço

O atacante italiano Mario Balotelli sofreu racismo por parte da torcida do Hellas Verona, na derrota por 2 a 1 da sua equipe, o Brescia, para o time local, na manhã desse domingo. O gol dos visitantes foi marcado pelo próprio “Super Mario”.

O caso

O atleta do Brescia dominava a bola na linha de fundo, quando ouviu os gritos racistas de parte da torcida do Hellas. Ele se irritou, chutou a bola contra a arquibancada e saiu do campo.

Entretanto, Balotelli foi convencido a voltar para o campo, e marcou o único gol de sua equipe na derrota por 2 a 1.

Impunidade

O racismo deixou de ser novidade nos gramados europeus. O recente caso de racismo num jogo das eliminatórias está longe de ser uma exceção, e o futebol italiano é um dos que mais sofre com isso.

Além disso, a impunidade é uma realidade no País da bota. Em setembro, o brasileiro Dalbert, da Fiorentina, foi alvo de racismo da torcida da Atalanta e a punição para o time de Bérgamo foi de 10 mil euros (45 mil reais aproximadamente).

Passou pano?

Maurizio Setti, presidente do Hellas Verona, afirmou após a partida que é “errado generalizar”, e que isso (cantos racistas) era “coisa de dois ou três”.

No entanto, as imagens contradizem o mandatário.