Campeões Brasileiros de Futebol

Campeões Brasileiros de Futebol

O ESPORTESNET pesquisou e organizou os campeões brasileiros de futebol para você desde 1959

Bahia, o primeiro campeão nacional em 1959

AnoCampeãoViceFinalObs
1959Bahia (BA)Santos (SP)Taça Brasil
1960Palmeiras (SP)Fortaleza (CE)3x1, 8x2Taça Brasil
1961Santos (SP)Bahia (BA)1x1, 5x1Taça Brasil
1962Santos (SP)Botafogo (GB)4x3, 1x3, 5x0Taça Brasil
1963Santos (SP)Bahia (BA)6x0, 2x0Taça Brasil
1964Santos (SP)Flamengo (GB)4x1, 0x0Taça Brasil
1965Santos (SP)Vasco (GB)5x1, 1x0Taça Brasil
1966Cruzeiro (MG)Santos (SP)6x2, 3x2Taça Brasil
1967Palmeiras (SP)Náutico (PE)3x1, 1x2, 2x0Taça Brasil
1968Botafogo (GB)Fortaleza CE)2x2, 4x0Taça Brasil
1967PalmeirasInternacional--Robertão
1968SantosInternacional--Robertão
1969PalmeirasCruzeiro--Robertão
1970FluminensePalmeiras--Robertão
1971Atletico MineiroSão Paulo-Campeonato Brasileiro
1972PalmeirasBotafogo0 x 0Campeonato Brasileiro
1973PalmeirasSão Paulo-Campeonato Brasileiro
1974Vasco da GamaCruzeiro2 x 1Campeonato Brasileiro
1975InternacionalCruzeiro1 x 0Campeonato Brasileiro
1976InternacionalCorinthians2 x 0Campeonato Brasileiro
1977São PauloAtletico Mineiro0 x 0 (3x2 penais)Campeonato Brasileiro
1978GuaraniPalmeiras1 x 0 e 1 x 0Campeonato Brasileiro
1979Internacional (Invicto)Vasco da Gama2 x 0 e 2 x 1Campeonato Brasileiro
1980FlamengoAtletico Mineiro0 x 1 e 3 x 2Campeonato Brasileiro
1981GrêmioSão Paulo2 x 1 e 1 x 0Campeonato Brasileiro
1982FlamengoGrêmio1 x 1, 0 x 0 e 1 x 0Campeonato Brasileiro
1983FlamengoSantos1 x 2 e 3 x 0Campeonato Brasileiro
1984FluminenseVasco da Gama1 x 0 e 0 x 0Campeonato Brasileiro
1985CoritibaBangu1 x 1 (6x5 penais)Campeonato Brasileiro
1986São PauloGuarani1x1, 3x3 (4x3 penais)Campeonato Brasileiro
1987 (1)SportGuarani1 x 1 e 1 x 0Copa União
1988BahiaInternacional2 x 1 e 0 x 0Campeonato Brasileiro
1989Vasco da GamaSão Paulo1 x 0Campeonato Brasileiro
1990CorinthiansSão Paulo1 x 0 e 1 x 0Campeonato Brasileiro
1991São PauloBragantino1 x 0 e 0 x 0Campeonato Brasileiro
1992FlamengoBotafogo3 x 0 e 2 x 2Campeonato Brasileiro
1993PalmeirasVitória1 x 0 e 2 x 0Campeonato Brasileiro
1994PalmeirasCorinthians3 x 1 e 1 x 1Campeonato Brasileiro
1995BotafogoSantos2 x 1 e 1 x 1Campeonato Brasileiro
1996GrêmioPortuguesa de Desportos0 x 2 e 2 x 0Campeonato Brasileiro
1997Vasco da GamaPalmeiras0x 0 e 0 x 0Campeonato Brasileiro
1998CorinthiansCruzeiro2 x 2, 1 x 1 e 2 x 0Campeonato Brasileiro
1999CorinthiansAtletico Mineiro2 x 3, 2 x 0 e 0 x 0Campeonato Brasileiro
2000Vasco da GamaSão Caetano1 x 1 e 3 x 1Copa JH
2001Atletico ParanaenseSão Caetano4 x 2 e 1 x 0Campeonato Brasileiro
2002SantosCorinthians2 x 0 e 3 x 2Campeonato Brasileiro
2003CruzeiroSantospontos corridosCampeonato Brasileiro
2004SantosAtletico Paranaensepontos corridosCampeonato Brasileiro
2005CorinthiansInternacionalpontos corridosCampeonato Brasileiro
2006São PauloInternacionalpontos corridosCampeonato Brasileiro
2007São PauloSantospontos corridosCampeonato Brasileiro
2008São PauloGrêmiopontos corridosCampeonato Brasileiro
2009FlamengoInternacionalpontos corridosCampeonato Brasileiro
2010FluminenseCruzeiropontos corridosCampeonato Brasileiro
2011CorinthiansVasco da Gamapontos corridosCampeonato Brasileiro
2012FluminenseAtlético-MGpontos corridosCampeonato Brasileiro
2013CruzeiroGrêmiopontos corridosCampeonato Brasileiro
2014CruzeiroSão Paulopontos corridosCampeonato Brasileiro
2015CorinthiansAtlético Mineiropontos corridosCampeonato Brasileiro
2016PalmeirasSantospontos corridosCampeonato Brasileiro
2017CorinthiansPalmeiraspontos corridosCampeonato Brasileiro
2018PalmeirasFlamengopontos corridosCampeonato Brasileiro

2013 – Pela primeira vez na história da competição, duas potências do futebol brasileiro de um mesmo estado são rebaixados para a Série B: Fluminense e Vasco, ambos do Rio de Janeiro. Mas como sempre, reviravolta: a Portuguesa perde pontos devido escalação irregular de jogador, sendo rebaixada no lugar do Fluminense (que é beneficiado, permanecendo na Série A).

2011 – em 21 de fevereiro de 2011 a Copa União é reconhecida como Campeonato Brasileiro – o Flamengo foi o campeão desta competição; mas novamente a justiça deu como único campeão, em dezembro/2011, o Sport.

2010 – A CBF reconhece a Taça Brasil e o Torneio Roberto Gomes Pedrosa (Taça de Parta) como campeonato brasileiro, deixando a Copa União de 1987 de fora.

2005 – devido ao escândalo da arbitragem (Ver história), sobre fabricação de resultados para um site de apostas, a CBF anulou onze partidas. O Corinthians foi a equipe mais beneficiada. Pôde recuperar 04 pontos perdidos na remarcação dos jogos, e acabou ficando com o título.

2003 – o campeonato Brasileiro passou a ser disputado por pontos corridos. Neste sistema de disputa, o primeiro grande clube a conquistar um campeonato nacional a ser rebaixado para a Série B (segunda divisão) foi o EC Bahia. A competição deste ano contou com a participação de vinte e quatro clubes.

2000 – A competição levou o nome de Copa João Havelange, e a equipe do São Caetano, vice campeã da série B (Módulo Amarelo), se tornaria meses depois vice campeão da principal divisão nacional. É que o campeão e o vice subiram para a principal divisão neste mesmo ano.

1987 – Neste ano, disputou-se a Copa União (Módulo Verde), organizada pelo Clube dos Treze, criado naquele ano por Internacional, Grêmio, Corinthians, Santos, São Paulo, Palmeiras, Flamengo, Vasco, Fluminense, Botafogo, Atlético-MG, Cruzeiro e Bahia. Por sua vez, Coritiba, Santa Cruz e Goiás foram convidados para a disputa. No Módulo Amarelo ficaram alguns clubes tradicionais como Portuguesa, Sport, América-RJ e Guarani.

A CBF decidiu que o campeão nacional sairia do cruzamento entre o primeiro e segundo colocado de cada módulo. No verde deu Flamengo e Internacional. No amarelo, Sport Recife e Guarani (vice-campeão de 1986).

A CBF estabeleceu que os dois primeiros de cada módulo se enfrentariam em um quadrangular para definir o campeão brasileiro. Só que Flamengo e Inter se recusaram a participar do quadrangular, e fizeram a final. Do outro lado, Sport Recife e Guarani aguardaram em campo o cruzamento das semifinais, como Inter e Flamengo não compareceram, a CBF considerou WO (1 x 0).

Então, Sport Recife e Guarani, oficialmente, fizeram a final – com vitória do Sport, considerado pela própria CBF o verdadeiro Campeão Brasileiro de 1987. O Flamengo, mesmo com a decisão da CBF, reivindicava o título na justiça. Após varias batalhas judiciais, no mês de maio de 2018, após a maioria dos ministros do Superior Tribunal Federal (STF) darem ganho de causa aos pernambucanos, a matéria foi dada como esgotada e não cabe mais discussão quanto ao título brasileiro do Leão.

1973- decidido em um quadrangular: Cruzeiro 0 x 1 Palmeiras, São Paulo 4 x 1 Internacional/RS, Palmeiras 2 x 1 Internacional/RS, Cruzeiro 1 x 0 São Paulo, Internacional/RS 1 x 0 Cruzeiro e Palmeiras 0 x 0 São Paulo

1972 e 1997- após empate na decisão, o titulo ficou com a equipe de melhor campanha durante toda a competição.

1971- o campeonato foi decidido em um triangular, envolvendo Atlético/MG, São Paulo e Botafogo/RJ; resultados: Atlético 1 x 0 São Paulo, São Paulo 4 x 1 Botafogo e Botafogo 0 x 1 Atlético.

Torneio Roberto Gomes Pedrosa

O Torneio Roberto Gomes Pedrosa, também conhecido como Robertão ou Taça de Prata, foi uma competição de caráter nacional do futebol brasileiro, disputada entre 1967 e 1970.

 Sua primeira edição pode ser considerada como experimental, e de importância inferior à Taça Brasil daquele ano (1967) – inclusive, era está a disputa que classificava os dois melhores clubes brasileiros para a disputa da Copa Libertadores. Curiosamente, neste ano o Palmeiras conquistou os dois torneios.

 Em 1968 houve um movimento de transição de valores entre as duas competições, e o Robertão acabou assumindo o status de Campeonato Brasileiro, inclusive passando a indicar os representantes brasileiros para a Libertadores.

Taça Brasil

A Taça Libertadores começou a ser disputada em 1960; nessa época, como no Brasil ainda não havia um campeonato nacional, foi criado a Taça Brasil, pela Confederação Brasileira de Desportos (atual CBF), para se definir o representante brasileiro na competição sul-americana.

A Taça do Brasil era disputada entre os campeões estaduais. A grande diferença é que clubes de São Paulo e da Guanabara (GB), atual estado do Rio de Janeiro, entravam nas semifinais, com os clubes que sobrevivessem ao mata-mata das fases anteriores.

Estas fases eram divididas em outros sub-campeonatos como: Taça Brasil Zona Norte, Zona Central, Zona Sudeste etc.

Fonte: CBF, Guia dos Curiosos, Portal Campeões do Futebol, Arquivo pessoal de Fernando Alves Firmino