Técnico do Brasil no último Mundial Feminino Sub-17 elogia estreia da equipe na Copa

Técnico do Brasil no último Mundial Feminino Sub-17 elogia estreia da equipe na Copa

Luiz Antônio Ribeiro elogiou poder de criação do Brasil no duelo diante da Jamaica, mas pediu atenção maior nas finalizações. “Não podemos perder tantos gols”.

O Brasil iniciou com vitória sua caminhada na Copa do Mundo de Futebol Feminino, após bater a Jamaica por 3 a 0, na manhã do último domingo.

O resultado agradou bastante uma pessoa que conviveu com as jogadoras nos últimos anos.

Trata-se de Luiz Antônio Ribeiro, o Luizão, técnico da seleção brasileira feminina sub-17 no último Mundial da categoria, disputado no fim do ano passado.

O treinador elogiou a estreia da equipe, mas também se mostrou preocupado com o excesso de chances perdidas na partida.

– O time criou muito bem e chegou com facilidade ao gol adversário. Fiquei muito feliz com a atuação do setor ofensivo. As jogadas entre a Andressa e a Debinha funcionaram muito bem, além da Cristiane mostrar que está muito focada e com seu habitual faro de goleadora. Apenas não podemos perder tantos gols como aconteceu. Numa fase de mata-mata isso pode ser crucial. Mas nada que não dê para corrigir no próximo jogo.

Luizão, que hoje comanda a equipe masculina sub-17 do Juventus-SP, crê que o resultado positivo e a boa atuação no primeiro jogo, podem refletir numa evolução para os próximos confrontos, depois de nove derrotas nos últimos amistosos antes da Copa.

– Essas jogadoras tem muito potencial para chegar longe nesse Mundial. Os resultados negativos já ficaram para trás. Agora é pensar um jogo de cada vez, consertar algumas falhas e aumentar a concentração nos momentos decisivos do jogo. Com o retorno da Marta e o aumento da confiança após essa primeira vitória, acredito que a equipe tende a crescer ainda mais na competição.

No mesmo dia em que o Brasil venceu a Jamaica, o Juventus-SP, time de Luizão, bateu a Portuguesa, na Javari, por 1 a 0, pelo Campeonato Paulista sub-17, onde é vice-líder de sua chave, com 16 pontos, atrás apenas do Corinthians que possui 19.

Já o Brasil volta a campo na próxima quinta-feira (13), às 13h (horário de Brasília) diante da Austrália, em Montpellier, pela segunda rodada do Grupo C da Copa do Mundo Feminina.