Mano do Céu

Mano do Céu

Aguentar Felipão não é fácil, mas ele tem raiz no verde, agora Mano Menezes… é o fim da temporada

É, Felipão caiu. Com ele a magia do treinador/ídolo, o Scolarismo foi questionado e derrubado no “moderno” Palmeiras.

Ah…esse Scolarismo.

Me recordo de quando estagiei por duas semanas com Felipão em 1999…que momento mágico. Vinha de um estágio com a lenda Candinho e estar ali com Scolari era mágico.

Afinal como palestrino, era mágico estar no Palestra com Felipão.

Aprendi muito e incorporei algumas coisas ao meu estilo de trabalho.

E uma delas me marcou e vejo Felipão perdendo isto em sua personalidade: expor seus atletas a pressão.

Felipão sempre foi paizão, mas nunca superprotetor, tão pouco com mania de treino fechado.

O que houve com Felipão? Ora só ele pode dizer. Mas é fato de que ele não é o único culpado.

Felipão virou “boi de piranha”. Claro, é mais fácil acertar ele do que a Galliote e Matos.

Matos ganhou status de semi Deus no clube e Galliote, um refém da tia Leila e das facções criminosas, deixa a “nau” seguir de acordo com a maré.

Parece que agora é a vez de Mano Menezes.

E o que o limitado Mano pode oferecerá ao Palmeiras?

Mano é mais teimoso e turrão que Felipão, saiu do Cruzeiro sem conseguir tirar o time da Zona do Rebaixamento.

Mas o Mano já ganhou vários títulos…dirão outros. Fato. O Mourinho também e bem por isso acho ele um grande treinador. O Papai Joel tem títulos e eu não quero ele no comando…então devagar que o santo é de barro.

Mano é um retrocesso se o Palmeiras o escolher, é dar dois passos para trás. O imediatismo caso Mano venha, irá criar a ilusão de que tudo esta bem.