Goiás e o tiro de marketing errado

Goiás e o tiro de marketing errado

O Goiás mostrou como não se faz marketing e deu uma prova do machismo em sua estratégia de marketing

 

É…a coluna Nó Tático falando como uma estratégia mal pensada pode prejudicar uma marca.

Que péssima estratégia. No domingo (21) o Goiás divulgou em suas redes sociais um vídeo promovendo o lançamento de seu novo uniforme, de marca própria.

Até ai tudo bem. Uniforme novo, que legal, o verde esmeraldino de Goiás com sua marca própria, vou la olhar, me animar com este novo uniforme. Ao assistir ao vídeo, que decepção.

Mas a decepção não foi pela ideia, não foi pela cor do suposto uniforme que foi mostrado de forma branda no vídeo, mas sim pela forma como foi feito o vídeo.

O Vídeo

Duas modelos, linda sim, claro, apresentam alguns detalhes do uniforme, mas ao olhar o vídeo, com todo respeito as profissionais e ao Goiás, parece mais uma amostra de vídeo porno dos anos 90.

O Goiás mandou mal demais, foi muito, mas muito infeliz, um conceito puramente machista, subjugando o poder da marca e o valor de sua torcida. Triste ver isso.

Talvez eu esteja exagerando? Pelo que conferi em duas redes sociais não, centenas, centenas de pessoas “metralhando” o clube do centro oeste brasileiro com críticas sobre o péssimo trabalho do departamento de marketing do clube.

O Goiás afirmou a alguns veículos de imprensa de que não ira comentar o assunto. Mais uma bola fora do clube, que deveria ter um posicionamento sobre o tema, dada a repercussão do mesmo, pois trata-se do valor de sua marca, de seu produto.

A relação clube e torcedor sempre anda no fio da navalha, sempre “pisando em ovos” e o estudo, o pensamento amplo de todas as partes é fundamental para o fomento do produto.

O esporte tem muito potencial econômico quando as estratégias são bem alinhadas e pensadas, o que claramente não foi o caso no Goiás.

Novo uniforme

O Goiás rompeu recentemente o contrato com a Topper, que fornecia o material esportivo do clube, e adotou a estratégia de outros times pelo Brasil, que já fabricam seus próprios uniformes.

Em julho, nas partidas contra Flamengo, Avaí (já disputadas) e Atlético-MG a equipe goiana tem usado um modelo provisório.

A previsão para a estreia do novo uniforme é o dia 4 de agosto, fora de casa, contra o Santos, na 13ª rodada do Brasileirão.

Assista o vídeo e opine você também