Brasil derrota Argentina e vai a final no Maracanã

Brasil derrota Argentina e vai a final no Maracanã

Maior clássico do futebol mundial tem redenção de Gabriel Jesus e Daniel Alves dando show levando Brasil a Final da Copa América

Messi, o maior jogador do mundo na atualidade, do outro lado, os comandados de Tite.

Uma semifinal e tanto, nada melhor para a Copa América do que uma semifinal com 55.000 torcedores para um Brasil e Argentina.

Um dos maiores jogos do futebol mundial sem dúvida, repleto de histórias e mitos. Brasil e Argentina é magia pura para o futebol.

Futebol este que o Brasil começou mostrando diferente do que vinha fazendo nas ultimas partidas, apertando desde o começo, com marcação alta e imprimindo velocidade de contra ataque.

A Argentina seguia sua sina, limitada, fraca, implorando pela genialidade de Messi, que mais uma vez não apareceu, para sorte do Brasil.

Mineirão em uma linda festa para receber Brasil e Argentina, com grande presença dos hinchas.

Atmosfera ótima para futebol.

Brasil com sua postura conseguiu achar logo o gol, em uma jogada espetacular de Daniel Alves pela direita, deu um lindo chapéu e avançou, deixando um adversário no chão e tocando na ponta onde Firmino cruzou achando Gabriel Jesus na cara do gol, ai não deu outra: barbante.

Euforia no Mineirão, Brasil em êxtase contra a Argentina.

Gabriel que não marcava em jogos oficiais há mais de 700 minutos. Como dizem na várzea: Tirou a nhaca.

Brasil após o gol afrouxou sua marcação, fazendo com que a Argentina buscasse mais o ataque e quase marcou em uma bola que causou um alvoroço na defesa brasileira.

Segundo tempo e o Brasil volta com sua intensidade proposta no primeiro tempo. E logo ocorreu o lance que decidiu a vaga na final.

Gabriel Jesus arranca, consegue ultrapassar todos os adversários e cruza para Firmino completar. Lindo gol e Brasil na final.

Brazil against Argentina at Mineirão Stadium on July 02, 2019 in Belo Horizonte, Brazil. Photo by Wander Roberto. Photo credit should read Wander Roberto/CA2019.

Tite, mesmo com sua chatice, mostrou sua inteligência e qualidade ao montar a seleção em uma postura pouco habitual ultimamente.

Mas Messi não fez nada? Fez sim, ele se entregou ao jogo, buscou a todo momento alternativas para fazer a Argentina ir a frente.

Buscando bolas na defesa, tentando triangulações, jogadas em velocidade. Mas de nada adiantou contra um Brasil sólido na defesa, que ainda não sofreu gols na competição e uma seleção argentina de dar dó, a pior de todos os tempos sem dúvidas.

Agora é Maracanã, alô Rio de Janeiro, hora daquela festa regada a bom futebol, samba e muita alegria.