Blog do Ricanelo: Declaração de Ranieri é forte e terá de ser comprovada.

Blog do Ricanelo: Declaração de Ranieri é forte e terá de ser comprovada.

04/05/2019 0 Por Ennio Ricanelo

Na entrevista coletiva desse sexta (03) o técnico da Roma, Claudio Ranieri, ao ser perguntado sobre a possível falta de vontade da Lazio diante da Atalanta , no confronto pela Série A, no domingo (05), já que uma vitória dos bergamaschi diante da rival de cidade dificultaria a parada para a Roma, ele respondeu assim: “Com os nerrazzuri já entregaram. Eu quero jogar, sou sempre leal e isso é o que importa para mim”. 

Na resposta Ranieri relembrou o campeonato de 2010, quando a Lazio e Inter se enfrentaram no Olimpico. Na época estava em jogo o campeonato da Roma, para tanto a Lazio deveria bater a equipe do norte italiano, coisa que não aconteceu, a Inter venceu por 2-0 faltando duas rodadas para o fim do torneio. A Internazionale foi campeã com dois pontos de diferença para a Roma.

Não tardou uma hora e a Lazio se posicionou sobre, na voz do assessor de imprensa, Stefano di Martino – que em declaração à rádio Lazio Style 89,3 FM enfatizou a “gravidade” da fala do técnico giallorossi e as consequências de tal ato de um funcionário do clube. 

“Perdemos tempo para falar sobre essa declaração de Claudio Ranieri, que é grave. Ela vem não de torcedores, de qualquer forma não interessa, mas de um registrado (da equipe). É grave e essa fala vai ficar pesada. Não sei se a entrevista coletiva se deu em um bar, mas documentamos”, exclamou. 

Em outro momento da entrevista o porta-voz da presidência do clube biancocelesti, Arturo Diaconale, frisou a importância de um funcionário da equipe se portar – segundo ele – como torcedor e ter deixado a serenidade de lado, além de trazer a Lega Serie A TIM para a discussão.  

“Creio eu que sobre a declaração (de Ranieri) deva intervir a Lega dado que se trata de uma afirmação grave e pesada. Essas afirmações nasceram de uma confusão entre o torcedor e o profissional, entre a pessoa que torce por uma determinada equipe e tem muito responsabilidade e determinado rival, sendo um profissional da Roma. O torcedor pode dizer o que quiser, enquanto a pessoa responsável tem de dar declarações que são apoiadas em provas, caso contrário tudo se torna ofensa contra uma equipe adversária”, finalizou o porta-voz. 

A alfinetada final de Arturo é justificada, já que desde aquela época, nada se foi provado sobre uma possível “entrega da partida” por parte da Lazio, e acusar sem provas é no mínimo muito feio – as mães já diziam.  Além da resposta rápida, a Lazio acionou a Federazione Italiana di Gioco Calcio (a CBF italiana), que irá julgar o pedido na próxima terça (07). 

Agora faltando apenas quatro rodadas é um desvio de foco por parte do treinador romanista, que a partir dessa giornata terá 12 pontos para tentar roubar um que diferencia a squadra da capital da Atalanta de Bérgamo, na faixa de classificação para a Champions. É válido ressaltar que a DEA vem merecendo mais que a própria Roma, mas nós dois sabemos que “meritocracia” não tem nada a ver com o futebol. Se você me permite um último recado…trabalhar é bom, e o gialorossi gosta, Ranieri! 

Por Ennio Ricanelo, colunista “Pasta, Vino e Calcio”.