A+ R A-

Aminoácidos: aliados aos praticantes de atividade física

atividade-fisica-em-jejum ESPORTESNET

 

     Recentemente em um congresso nos Estados Unidos foram apresentadas inúmeras novidades científicas, entre elas os efeitos dos aminoácidos isolados teve destaque.

    Foram apresentados trabalhos enfatizando principalmente os benefícios de três aminoácidos: arginina, leucina e beta-alanina.

     A arginina é um precursor da síntese do óxido nítrico, que tem um importante papel na regulação do fluxo sanguíneo muscular durante o exercício. A suplementação de arginina apresenta evidências científicas de melhora da resistência, tanto por proporcionar melhor oxigenação dos músculos, como por proporcionar uma remoção mais eficiente dos metabólitos produzidos durante o exercício.

     Já a leucina, conhecidos como aminoácidos de cadeia ramificada ou BCAA, acumula cada vez mais evidências de ser um importante nutriente para reparação do dano muscular provocado pelo exercício intenso. Essa suplementação tem uma indicação importante principalmente no pós-exercício, quando a reparação de micro-traumas é uma das prioridades para o tecido muscular.

     Por fim, a beta-alanina, considerada o aminoácido com evidências mais recentes. A suplementação de beta-alanina aumenta a síntese de carnosina que é um eficiente neutralizador do ácido láctico. Nos trabalhos apresentados ficou evidente o benefício que a suplementação deste nutriente proporciona, possibilitando significativa melhora de desempenho por capacitar o organismo a utilizar mais energia anaeróbica. Como se sabe, o ácido láctico limita a intensidade do exercício, e sua maior neutralização proporciona um benefício importante na melhora da performance.

    O uso destes recursos nutricionais ergogênicos tende a ser cada vez mais difundido por quem busca melhora de desempenho físico e também promoção de saúde pela vida ativa.

     O conhecimento dos benefícios de determinados aminoácidos já existe como parte das estratégias da nutrição esportiva. É importante que ressaltar mais uma vez que eles são nutrientes e não podem ser confundidos com medicamentos ou drogas proibidas pela legislação esportiva.

ESPORTESNET Saude Bem Estar

O que são Aminoácidos?

     Os aminoácidos formam a estrutura das proteínas e são essenciais para o corpo humano.

   Malhadores e esportistas são as pessoas que mais se beneficiam com a suplementação de aminoácidos porque eles ajudam no reparo, crescimento e desenvolvimento do tecido muscular.

    Os aminoácidos são essenciais para a produção de mais de 50 mil proteínas e mais de 15 mil enzimas, incluindo as enzimas digestivas, que devem estar em ótimo funcionamento para que você possa aproveitar ao máximo a sua alimentação e suplementação.

    Os aminoácidos também influenciam no seu humor, na concentração, na agressividade, na atenção e no sono.

   Depois que uma proteína é ingerida, as enzimas digestivas a quebram em aminoácidos. Os aminoácidos são, então, usados individualmente para a criação de novas proteínas e enzimas.

    Os aminoácidos isolados são mais rapidamente absorvidos e assimilados do que as proteínas. Eles influenciam atividades farmacológicas e fisiológicas, como, por exemplo: o anabolismo, a regulação hormonal e as funções neurotransmissoras. Os aminoácidos individuais conseguem desempenhar funções que as proteínas não conseguem, tornando-se, assim, grandes aliados dos shakes protéicos que auxiliam no ganho de massa muscular e na melhora da performance.

   Os aminoácidos individuais possuem funções e vantagens específicas, que podem também ser combinadas. Existem diversos suplementos para ajudar no consumo desses aminoácidos e aumentar sua performance.

Então qual suplemento de aminoácidos devo escolher?

    L-Arginina: Estudos (como demonstrados por Evoy D. em sua pesquisa extensiva sobre o papel da arginina) demonstraram que a arginina desempenha vários papéis no corpo, sendo que a mais interessante para quem pratica atividades físicas é a característica de ser precursora do óxido nítrico (NO2).

     BCAA: Os aminoácidos BCAA (cadeia ramificada) compõem-se de Isoleucina, Leucina e Valina, e representam um terço das proteínas do tecido muscular. Essa contribuição significativa os torna essenciais para a construção dos músculos e para o aumento de energia nas células musculares. Eles também são convertidos em outros aminoácidos quando surgem deficiências.

    Amino Líquidos: Estes são proteínas em versões líquidas. Possuem uma alta digestibilidade e são ideais para serem usados antes e depois da atividade física. Podem, ainda, servir como uma proteína prática para complementar uma refeição a qualquer hora.

 

Exercicios fisicos ESPORTESNET